quarta-feira, 12 de Setembro de 2012 10:15h Gazeta do Oeste

Com Messi apagado, Argentina sai no lucro e fica no empate contra o Peru

O argentino Lionel Messi não repetiu a atuação de gala que teve contra o Paraguai, na última rodada das Eliminatórias para o Mundial de 2014, e se manteve apagado durante todo o empate por 1 a 1 da Argentina com o Peru, em Lima. O astro do Barcelona não criou nem uma jogada sequer que pudesse ameaçar o goleiro Raúl Fernández e deixou o gramado sem os mesmos aplausos direcionados a atletas como Higuaín e Lavezzi.

 

Assim como na última partida da equipe de Alejandro Sabella, o palmeirense Hernán Barcos permaneceu no banco de reservas e não teve a oportunidade de mostrar o seu valor com a camisa da seleção principal. O atleta viu o seu comandante apostar em jogadores como o colorado Guiñazú e o meia Enzo Pérez, mas não conseguiu persuadir o técnico a lhe dar uma chance de desempenhar o seu papel dentro das quatro linhas.

 

Com o ponto somado, a Argentina se mantém na primeira colocação das Eliminatóricas Sul-americanas, com 14 pontos, enquanto a Colômbia assume a vice-liderança, com 13. Já o Peru aparece em sétimo lugar, com seis, e fica cada vez mais distante da classificação. As próximas partidas das duas seleções serão realizadas apenas no dia 12 do próximo mês: os hermanos pegam o Uruguai, enquanto os peruanos estarão diante da Bolívia.

 

O jogo

 

O Peru adotou uma surpreendente postura ofensiva assim que o juiz autorizou o pontapé inicial e conseguiu um pênalti no primeiro minuto do confronto. Lobatón cobrou falta rápida para Farfán e Di Maria chegou estabanado no lance para cometer a infração dentro da área. Na cobrança, entretanto, o goleiro Sergio Romero voou na bola e espalmou o chute de Pizarro para longe.

 

A chance desperdiçada pelo atacante peruano não diminuiu o ímpeto dos donos da casa e manteve a equipe no seu campo ofensivo. Após insistir nos passes rápidos para confundir a contestada zaga argentina, a equipe local conseguiu o gol, aos 21 minutos. Zabrado apareceu sozinho na área e desviou com tranquilidade para superar Sergio Ramos desta vez.

 

A desvantagem no marcador mobilizou a Argentina no meio-campo, mas as investidas para o ataque continuavam tímidas perante a defesa peruana. A chance de igualar o placar veio graças à qualidade individual dos nomes com características ofensivas da equipe. Em uma jogada de três toques de primeira, Fernández lançou para Lavezzi, que ajeitou para Higuaín anotar um belo gol para o time comandado por Alejandro Sabella.

 

Os hermanos ainda tiveram uma oportunidade com Lavezzi antes do fim do primeiro tempo. Aos 45 minutos, o atacante do PSG arriscou o tiro e mandou à esquerda da meta defendida por Raúl Fernández. Já na volta do intervalo, o mesmo Lavezzi tomou a bola pela direita e obrigou o goleiro anfitrião a pular no primeiro pau para evitar o segundo dos visitantes.

 

As chegadas do atacante motivaram o Peru a voltar para o ataque. Em uma rápida jogada organizada aos sete minutos, Romero precisou se esforçar para espalmar o chute de Rodríguez. Em seguida, Carrilho buscou a finalização colocada e acertou a trave do camisa 1 da seleção argentina.

 

A movimentação esboçada pelos clubes nesta etapa do confronto fez com que a qualidade técnica pudesse crescer e chances esporádicas foram criadas no decorrer do segundo tempo. Em jogadas pelo alto, Fernández assustou a zaga peruana após escanteio cobrado por Messi, aos 19, assim como o peruano Zambrano, que quase anotou o seu segundo gol aos 21.

 

Em outra tentativa por cima, Pizarro apareceu no meio da zaga adversária e também cabeceou para fora. O lance obrigou Sabella a trocar Lavezzi por Pérez e mudar o esquema tático de seu time. Contudo, a tentativa de tornar o time mais precavido não surtiu efeito. Aos 31, Farfán voltou a ameaçar os argentinos e acertou um chute que passou perto da meta de Romero.

 

Os peruanos voltariam para o ataque com o corintiano Paolo Guerrero, que entrou ao longo do segundo tempo de jogo. Em seu primeiro lance na partida, o centroavante dominou dentro da área e chutou pela linha de fundo a chance de conquistar os três pontos sobre a equipe do apagado Lionel Messi.

 

 

 

 

 

 

 

SUPERESPORTES

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.