domingo, 2 de Outubro de 2016 15:00h Site Oficial do Cruzeiro

Com muita raça, Raposa supera o Grêmio no Mineirão por 1 a 0

Em um jogo bastante complicado, mas com muita raça e entrega dos jogadores em campo, a Raposa superou o Grêmio, no Mineirão, e se afastou da zona de degola do Campeonato Brasileiro. A vitória por 1 a 0 mostrou a determinação da equipe que a todo instante buscou o resultado positivo incentivado pela sua imensa torcida.

O gol do time estrelado foi marcado pelo capitão Henrique, aos 27 minutos do segundo tempo, em uma jogada de muita raça. Agora a Raposa volta aos trabalhos na próxima segunda-feira, na Toca da Raposa II. O compromisso seguinte será contra a Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro, no sábado, às 21h, no Mineirão.

O Jogo

O Grêmio foi o primeiro a assustar no jogo. Logo no terceiro minuto, Luan achou Pedro Rocha entrando no vazio da zaga cruzeirense e tocou, Rafael atento chegou antes que o jogador adversário.

A segunda chance de gol do jogo também foi do Grêmio. Aos 10 minutos, Luan fez boa jogada, tocou na direita e recebeu de frente para o goleiro Rafael, o atacante tentou desviar do arqueiro celeste e errou a pontaria.

O Cruzeiro chegou com perigo aos 19 minutos. Ezequiel tocou para Rafael Sóbis, o atacante cruzou para área e Ábila, de primeira, quase marcou o gol, ótima defesa do goleiro gremista. No rebote, o Cruzeiro trabalhou a bola e Rafinha fez novo cruzamento para área, Sóbis chegou cabeceando e por pouco não deixou sua marca.

Quatro minutos depois, outra grande chance celeste. Escanteio cobrado por Rafinha, desvio de Cabral na primeira trave e Bruno Rodrigo por pouco não completa na sequência da jogada.  

A Raposa era total pressão. Aos 37 minutos, escanteio cobrado por Robinho, a zaga afastou, Rafinha ficou com a sobra e levantou de canhota, Bruno Rodrigo foi muito alto para finalizar e Bruno Grassi, goleiro gremista, fez excelente defesa e evitou a melhor chance da partida.

Cinco minutos depois, o centroavante Ábila criou ótima chance para a Raposa. Ezequiel fez excelente cruzamento e o camisa 50, bem colocado, dominou, deu um chapéu no marcador e Geromel, zagueiro adversário, chegou para afastar o perigo.

 

Segunda etapa

O segundo tempo começou bastante disputado e a primeira chance da etapa foi do time do sul do país. Aos 12 minutos, Ramiro recebeu na intermediária e arriscou, a bola foi muito perigosa para o gol de Rafael.

O Cruzeiro respondeu no ataque seguinte, Rafinha recebeu na esquerda e cruzou, Elber, que havia entrado no posto de Sóbis, dentro da área finalizou por cima do gol gremista.

A Raposa era só pressão para cima do Grêmio e merecia abrir o placar. Depois de excelente jogada pela esquerda, Robinho serviu Elber sozinho na entrada da pequena área e o goleiro gremista fez excelente defesa para escanteio. Na cobrança rápida, aos 27 minutos, Elber tocou para Robinho, o meia cruzou na pequena área e Henrique, antecipando a marcação, completou para o fundo do gol. Na raça, o capitão do Maior de Minas abriu o placar. 1 a 0 Raposa.

O time gaúcho chegou com perigo aos 47 minutos. Escanteio cobrado na pequena área e Marcelo Oliveira cabeceou com muito perigo, no canto esquerdo do goleiro Rafael.

Fim de jogo e o Cruzeiro conquistou um excelente resultado contra o Grêmio. Vitória de 1 a 0 que justifica a luta dos jogadores do time estrelado em campo.

CRUZEIRO 1 x 0 GRÊMIO
Motivo:
28ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 01/10/2016 (sábado)
Local: Mineirão
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha-GO (ESP)
Público: 16.618 pagantes
Gol: Henrique aos 27 minutos do segundo tempo
Cruzeiro: Rafael; Ezequiel, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Romero), Rafinha e Robinho; Rafael Sóbis (Elber) e Ramón Ábila (Willian)
Técnico: Mano Menezes
Grêmio: Bruno Grassi, Wallace Oliveira, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jailson, Kaio (Guilherme), Ramiro e Douglas (Henrique Almeida); Pedro Rocha (Everton) e Luan
Técnico: Renato Gaúcho
Cartões amarelos: Ramón Ábila, Ariel Cabral e Henrique (Cruzeiro); Marcelo Oliveira, Everton, Luan (Grêmio)

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.