quinta-feira, 25 de Agosto de 2016 17:10h Agencia Brasil

Com saída da Rússia, Brasil terá mais seis atletas na Paralimpíada do Rio

A delegação brasileira nos Jogos Paralímpicos terá mais seis atletas, com a suspensão da Rússia da disputa, que ocorre a partir do dia 7 de setembro, no Rio de Janeiro. O Comitê Paralímpico Brasileiro comunicou hoje (25) a inclusão na lista dos nomes de Mariana D’Andrea (halterofilismo), Ronystony Cordeiro, Adriano de Lima e Alan Augusto Santos (natação), Vanderson Chaves (esgrima) e Patrícia Layolle (tiro com arco).

Com isso, a delegação brasileira será composta por 285 atletas (185 homens e 100 mulheres), o que representa um recorde absoluto nas participações do Brasil em paralimpíadas. Com os 23 acompanhantes e 195 oficiais, a equipe brasileira será composta por 503 pessoas.

Os novos nomes foram convocados em decorrência da realocação de vagas promovida pelo Comitê Paralímpico Internacional, após a suspensão dos atletas da Rússia por envolvimento com doping e uma desistência ocorrida na modalidade tiro com arco.

O Brasil tem como objetivo chegar ao quinto lugar no quadro geral de medalhas da Paralimpíada. A melhor participação até o momento ocorreu em Londres 2012, quando a delegação brasileira conquistou o sétimo lugar, com 21 medalhas de ouro, 14 de prata e oito de bronze.

Os Jogos Paralímpicos 2016 serão transmitidos pela TV Brasil, em parceria com emissoras da Rede Pública de Televisão dos estados. O evento, que termina no dia 18 de setembro, terá a presença de cerca de 4.350 atletas de 160 países, competindo em 22 modalidades . Serão entregues 528 medalhas durante a competição.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.