quinta-feira, 10 de Maio de 2012 13:42h Luciano Eurides

Começa a grande decisão do Campeonato Mineiro


O Atlético chega ao último jogo do Campeonato Mineiro precisando apenas de um empate para comemorar o título Estadual. O goleiro Giovanni sabe que se não sofrer gols no clássico contra o América, o Galo será o campeão, e por isso, o jogador quer aproveitar a semana de trabalho para corrigir os erros e evitar os gols do Coelho
A possibilidade de dar o título ao time atleticano é encarada como motivação extra pelo atleta. “É uma motivação sim. A pressão sempre vai existir, mas nosso time está bem centrado”, afirma Giovanni, que garante que já tem mais segurança na meta alvinegra. “Conforme os jogos vão passando, você vai pegando ritmo. Nunca podemos nos conformar. Temos sempre que buscar mais. Tenho muito a aprender e crescer no Atlético-MG”, declarou.
No primeiro jogo da decisão do Mineiro, o técnico Cuca escalou o Galo com três zagueiros, formação que agrada Giovanni. Segundo ele, dessa forma, o sistema defensivo fica mais reforçado. “Gostei. São três zagueiros de altíssimo nível. Dá uma segurança atrás. Particularmente, eu gostei sim, deu mais segurança ali atrás”, disse.
Questionado sobre a possibilidade do Atlético contratar outro goleiro para o Campeonato Brasileiro, Giovanni se mostrou tranquilo e deixou a decisão para a comissão técnica e diretoria. “Estou trabalhando. Vim aqui trabalhar. Cabe ao professor Cuca decidir se virá outro goleiro”, comentou.
Com o volante Dudu suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o jovem China pode ganhar uma chance na grande final do Campeonato Mineiro. O jogador garante que, se for escolhido, estará pronto para ajudar o América a ser campeão. “Pode surgir uma oportunidade e espero que o Givanildo opte por mim, que eu possa jogar um bom futebol. É sempre boa essa expectativa de poder jogar, ainda mais se for um clássico, na final do Mineiro. Espero corresponder à altura e jogar bem como o Dudu. Tenho trabalhando forte e com seriedade e estou preparado caso seja escolhido para a vaga”, declarou.
China se considera um verdadeiro ‘pé de coelho’, e revela que as duas oportunidades que teve de jogar decisões, que saiu de campo com o título e espera repetir a dose. “Nos dois últimos campeonatos que disputei, cheguei à final, espero ter a mesma sorte que tive no Brasileiro Sub-20 e levantar mais uma taça de campeão com a camisa do América-MG”, disse.
China revela que o avante Alessandro conversou com os atletas mais jovens falando sobre a importância da final contra o Atlético, e lembrou da decisão do Estadual de 2001, quando ainda era garoto e ajudou o Coelho a ser campeão. “Antes até mesmo da final, o Alessandro lembrou daquele gol de 2001, que está na história do América-MG. Ele disse que nós, jovens, temos a oportunidade de conseguir a mesma coisa, sair na foto de campeão mineiro 2012”, comentou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.