sexta-feira, 22 de Julho de 2011 11:53h Atualizado em 22 de Julho de 2011 às 18:25h. Luciano Eurides e Secretaria Comunicação PMD

Começou a luta pelo título da Taça BH de Futebol Junior

Guarani é derrotado na estreia

Começou a segunda disputa mais importante do Brasil para os atletas da categoria juniores. Divinópolis é representada pelo Guarani. Nova Serrana ainda tem a presença da equipe do Juventus e completam a chave o Internacional de Porto Alegre, Atlético do Paraná, Botafogo e Olaria, ambas as equipes do Rio de Janeiro.
O Guarani apresenta uma equipe bastante local, dando continuidade a um trabalho de valorização do atleta da cidade. Na noite de ontem, abertura dos jogos na cidade de Divinópolis, o prefeito municipal Vladimir Azevedo fez questão de ir ao estádio e incentivar os jogos. Esta é a terceira participação do Bugre e a segunda consecutiva e assim o time ganha consistência e já é visto por empresários e jogadores como uma vitrine, não apenas para os mais jovens. O prefeito destacou o fato de Divinópolis estar conectada no mundo dos esportes. “A formação de atletas significa ativo para o clube e oportunidade para os jogadores aqui de Divinópolis participar de uma vitrine para grandes clubes brasileiros. é uma oportunidade de entretenimento para os amantes do futebol da cidade e opção de lazer. Um terceiro aspecto é a divulgação da cidade com noticia boa. Estaremos na próxima quarta-feira em rede internacional”, falou.


O prefeito ainda comentou a recuperação da iluminação do estádio; as torres de energia foram destruídas no último vendaval e a nova iluminação ficou muito melhor que a antiga, sem duvida alguma extremamente mais fácil a pratica do esporte.   
 

A cidade de Nova Serrana divide a sede com Divinópolis e de acordo com o secretário municipal de Esportes, Lazer e Turismo, José Iris Saldanha (Taco), em 2010 a cidade foi muitoelogiada por toda estrutura e respaldo dado pela Prefeitura às equipes nacionais que ficaram sediadas em Nova Serrana. Assim, com o momento esportivo da cidade, mais uma vez a Federação Mineira de Futebol destinou uma chave para a cidade, ciente de que a Prefeitura dará toda a infraestrutura necessária para a realização da competição.


Já estão alojados na capital do calçado as equipes do Internacional de Porto Alegre, o Olaria do Rio de Janeiro e o Juventus de Nova Serrana, que este ano disputa a competição sem parceria com algum outro clube mineiro. O Juventus conta com cerca de 25 atletas e 4 integrantes da comissão técnica, que disputam o torneio com o apoio da Prefeitura de Nova Serrana. Segundo Zé Moreira, Diretor de Futebol do Juventus, este apoio tem tornado possível a disputa da equipe na Taça BH. Ainda, de acordo com o diretor, toda a estrutura necessária para os trabalhos da equipe são viabilizados pela atual administração e sem este apoio seria impossível a equipe disputar a competição e representear bem a cidade.


O Internacional de Porto Alegre teve a melhor campanha no torneio de juniores foi em 2009, quando a equipe colorada ficou com o vice-campeonato, perdendo para o Atlético-MG na final. A delegação tem como destaques os meias Fred, Sasha e Marquinhos Vilela, além do volante Zé Mário, que vêm sendo usados nos treinos do time principal. O centroavante Guilherme Dellatorre, goleador do Gauchão Júnior, também integra a lista.
 

Esta será a 23ª participação atleticana, time paranaense com mais presenças no torneio. Semifinalista em 1990, 1997, 2000, 2005 e 2007, o Rubro-Negro também chegou a cinco finais (1991, 1996, 2003, 2006 e 2010). Conquistou o título em duas, 1996 e 2006. Nas últimas 11 edições, avançou às fases finais 10 vezes. É o melhor retrospecto de um time da região Sul do Brasil na BH. “Nossa expectativa é boa e estou bastante otimista. Lógico que em um torneio curto, com vários jogos em sequência, há sempre o cansaço. Até por isso, você tem que ter bons jogadores no banco que possam suprir uma eventual necessidade. Também é importante começarmos bem. Enfim, há uma série de fatores que influenciam, mas eu acredito que nós temos uma equipe bastante competitiva para isso”, avalia o técnico da equipe, Sandro Forner.


Resultados à parte, Forner destaca ainda o que a competição pode representar na formação dos atletas e enfatiza o foco dele e dos demais membros da comissão técnica, no trabalho para que os jovens atleticanos cheguem com qualidade ao time principal. “Sempre procuramos trabalhar neles a inteligência de jogo, e eles têm evoluído bastante nesse sentido. Claro que, se ganharmos, é melhor, também faz parte da formação. Mas que nós vamos ter atletas formados para o time profissional, com inteligência para poder jogar, disso eu não tenho dúvida nenhuma”, finaliza.
Completam a chave Divinópolis/Nova Serrana a equipe do Botafogo, equipe campeã carioca da categoria junior.

 

No Farião cerca de 200 pessoas assistiram aos jogos da noite. Os refletores do estádio foram recuperados e, iluminada, a casa do Guarani recebeu os visitantes que se empolgaram com a oportunidade de jogar no interior. De acordo com André Jardine, treinador do Internacional, “a taça BH de Futebol Júnior é uma oportunidade para dar visibilidade aos novos jogadores, e também valorizar o esporte nas cidades pequenas”, defendeu.



Vladimir esteve no campo para dar as boas vindas aos jogadores e lembrou que foram investidos 70 mil reais para que Divinópolis fosse sede de uma das etapas do campeonato que terá transmissão de nacional e até internacional. “Uma opção para ao Guarani e o DEC se consolidarem, para os atletas se revelarem, para o nome de Divinópolis se posicionar na mídia nacional e internacional”, enumerou o prefeito de Divinópolis.
 


Além da visibilidade, a realização da Taça BH de Futebol Júnior, segunda competição da categoria maior importância no Brasil, proporciona diversão para a família divinopolitana em época de férias. “A gente quer é fazer uma cidade alegre, feliz, com qualidade de vida, que passe com eventos dessa natureza. E a gente convoca a população, as famílias, os pais, venham, participem e tragam seus filhos porque a festa é para a cidade”, convidou.
 


Pela segunda rodada da competição, o Guarani volta a campo amanhã contra a equipe do Atlético Paranaense. A equipe do Paraná vem de uma vitória de nove gols contra o Juventus de Nova Serrana. O jogo será as 15h30 no Farião e a entrada custa R$5,00 reais. Toda a renda será destinada ao Guarani.



Confira os resultados de ontem:
 

Ecuca Catas Altas 0X1 América;
Botafogo 0X2 Internacional
Manhuaçu 1X3 Coritiba
Metaluzina 1X0 Sport
Juventus 0X9 Atlético PR
Santos 1 X3 Fluminense
Guarani 0X2 Olaria
Grêmio 1X0 Vasco
Martim Soares 0X3 Bahia


-- 

 


 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.