terça-feira, 8 de Março de 2016 13:44h Agência Minas

Comissão Estadual de Segurança das Olimpíadas realiza visita técnica no Mineirão

Ação, que reuniu representantes de diversos órgãos, está entre as etapas de elaboração do plano de segurança e ordenamento urbano dos Jogos Olímpicos

Forças de segurança do Governo de Minas Gerais, do Governo Federal e do poder público municipal de Belo Horizonte realizaram, nesta terça-feira (8/3), uma visita técnica ao estádio Mineirão – medida que compõe o processo de elaboração do Plano Integrado de Segurança e Ordenamento Urbano dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O Mineirão sediará dez jogos do Torneio Olímpico de Futebol, nas modalidades feminino e masculino, entre os dias 3 e 20 de agosto.

Durante a visita técnica, coordenada pela Comissão Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Rio 2016 (Coesge-MG), foram discutidas medidas a serem implementadas durante a realização das Olimpíadas. Todo o planejamento que vem sendo executado em Minas Gerais tem como base a metodologia Viso (sigla em inglês para “Operação de Segurança Integrada Local”), modelo difundido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

 

 

 

Os trabalhos reuniram representantes das secretarias de Estado de Esportes, de Governo, de Defesa Social, de Saúde, de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e do Ministério da Justiça, além de agentes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Polícia Federal, Exército, Aeronáutica, BHTrans e representantes da concessionária Minas Arena.

A elaboração do Plano Integrado de Segurança e Ordenamento Urbano está entre as inúmeras medidas que vêm sendo adotadas pelo Governo de Minas Gerais, em parceria com outros órgãos públicos, durante o processo de preparação para as Olimpíadas do Rio de Janeiro. Além de sediar jogos do Torneio Olímpico de Futebol, o Estado abrigará delegações de outros países no período de preparação para competições de diversas modalidades.

 

 

 

Referência para outros estados

O gerente-geral de Segurança para Cidades do Futebol, do Comitê Nacional Rio 2016, Andrey Reis, considera que as ações desenvolvidas em Minas Gerais podem servir de referência para outros estados. “Nós identificamos determinadas práticas, adotadas pelas forças de segurança de Minas Gerais, que podem ser replicadas em outras cidades-sede, como o monitoramento em tempo real de grandes eventos e a otimização de recursos. Minas Gerais possui um conjunto de esforços muito bem organizado e devidamente alinhado”, afirmou.

“O engajamento das forças de segurança de Minas Gerais durante este período de preparação, com a coordenação de ações a partir do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) da Cidade Administrativa, demonstra como os órgãos estaduais vêm atuando de maneira plenamente coesa e integrada. O planejamento aqui possui máxima consonância com padrões internacionais já consagrados em países que sediaram outras edições dos Jogos Olímpicos”, completou Reis.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.