terça-feira, 18 de Junho de 2013 07:10h Atualizado em 18 de Junho de 2013 às 07:25h. Luciano Eurides

Confusão marca segunda rodada da Copa Rural 2013

A Copa Rural de 2013 registra logo na segunda rodada da competição a primeira briga. Amadeu Lacerda e Lopes não conseguiram terminar a partida e a arbitragem mais uma vez foi a vítima das agressões físicas. A partida realizada na comunidade de Amadeu Lac

A Copa Rural de 2013 registra logo na segunda rodada da competição a primeira briga. Amadeu Lacerda e Lopes não conseguiram terminar a partida e a arbitragem mais uma vez foi a vítima das agressões físicas.

A partida realizada na comunidade de Amadeu Lacerda tinha a arbitragem de José Donizete, auxiliado por Mauro César e Fábio Júnior quando aos 38 minutos do primeiro tempo um atleta de Amadeu Lacerda foi excluído da partida por uma entrada violenta no adversário, não satisfeito partiu para a agressão ao árbitro e também aos atletas adversários. No momento da confusão Amadeu Lacerda vencia a partida por 3x1. Com a confusão a arbitragem suspendeu o jogo por falta de segurança, briga e invasão de campo.

A exposição da arbitragem consolida as informações obtidas pela nossa reportagem. Segundo informações o atleta expulso já havia cometido uma falta por trás no atleta Motinha. O time de Lopes desfalcado já perdia por três gols, quando o restante dos jogadores entrou, houve a reação e Felipinho fez o gol, nesse momento o desespero tomou conta do time da casa e houve a confusão. O atleta de Amadeu Lacerda ainda agrediu Juninho, jogador dos Lopes e a arbitragem recebeu apoio de Vinícius, goleiro dos Lopes, que conseguiu pela força física evitar o pior.

No Quilombo o time da casa recebeu a Mata dos Coqueiros em uma partida apática no aspirante e de ataque contra defesa no principal. A Mata se apresentou com dez jogadores. O Quilombo ainda no primeiro tempo fez 2x0 com Gambá, fazendo os dois gols. No segundo tempo Hagamenom de fora da área chutou forte e fez 3x0. Aos 18 do segundo tempo Artur em cobrança de falta fez 4x0 para o time da casa.

Na categoria principal o Quilombo chegou mais vezes ao gol adversário e por cinco vezes chegou com totais condições de marcar. O goleiro Deivison foi o melhor em campo garantindo um placar sem gols. Para o jogador Murilo, da Mata dos Coqueiros, o placar foi bom em se tratando de jogo fora de casa. “Perdemos o primeiro jogo, pontuamos agora e semana que vem em casa conseguir os dois pontos. É o segundo ano direto que jogamos lá”, falou.

O ala Erivelton, do Quilombo avaliou as boas chances criadas e que a equipe atuou bem, faltando apenas marcar o gol. “Fizemos de tudo faltou só o gol, um atacante para empurrar a bola, o time jogou muito bem”, disse.

Categoria Aspirante

Chave A

Cachoeirinha 0 x 1 Branquinhos
Quilombo 4 x 0 Mata dos Coqueiros
Djalma Dutra 0 x 5 Choro

Chave B

Cacôco de Cima 0 x 0 Perobas
Campista 1 x 1 Inhame
Amadeu Lacerda 2 x 0 Lopes

Categoria Principal

Chave A

Cachoeirinha 0 x 4 Branquinhos
Quilombo 0 x 0 Mata dos Coqueiros
Djalma Dutra 2 x 3 Choro

Chave B

Cacôco de Cima 0 x 2 Perobas
Campista 0 x 6 Inhame
Amadeu Lacerda x Lopes (Resultado sub-júdice, onde os incidentes serão analisados e julgados pela comissão disciplinar).

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.