quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2013 05:00h

Conmebol gera impasse por placas do América no Independência

A entidade que comanda o futebol sul-americano queria que o escudo e nome do América, grafados em placas na parte interna do Independência fossem cobertos

O impasse gerado pela existência de placas com o nome e escudo do América-MG no interior do Independência, palco de Atlético-MG e São Paulo chegou a um final e o time americano teve o seu desejo atendido.
A entidade que comanda o futebol sul-americano queria que o escudo e nome do América, grafados em placas na parte interna do Independência fossem cobertos. Porém, a diretoria americana não aceitou e após três horas de conversa ficou decidido que o material será mantido intacto. “Ficou decidido o correto, não vai tirar o escudo do América, nem o nome, está tudo mantido”, informou Marcos Salum, integrante do Conselho de Administração do clube americano.
A Conmebol exigia que as placas com nome do América e o escudo do time fossem cobertas pelo Atlético, para que não aparecesse durante a transmissão da partida o nome de um clube que não disputa a competição internacional.
A parte interna do Independência apresenta grafada em uma das paredes em frente a cabine de transmissão de televisão e rádio, o nome do América. Além disso, no vestiário dos clubes um escudo da equipe foi pregado. A cor verde, do clube americano, predomina internamente.
O Atlético e a BWA, empresa que administra o estádio, fizeram um contrato de exploração comercial do Independência. Desde a inauguração do campo do Horto, em maio de 2012, o alvinegro mineiro vem mandando os seus jogos na Arena e vem fazendo do local a sua casa.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.