quinta-feira, 14 de Janeiro de 2016 09:29h

Contratação de Cuéllar virou novela colombiana

Antes dada como certa no Cruzeiro, a contratação do volante Gustavo Cuéllar se transformou em uma novela colombiana

No aguardo pelo término do imbróglio entre Junior Barranquilla e Deportivo Cali, o clube celeste mantém esperanças para contar com o jogador, mas não garante iniciar negociar por outro atleta caso a transação não evolua nos próximos dias.
Segundo informações do repórter da Itatiaia, Samuel Venâncio, um representante do Cruzeiro chegou em Barranquilla no último domingo e ficará na cidade colombiana até esta sexta-feira fazendo reuniões para tentar destravar a vinda de Cuéllar.
O vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin, confirmou a presença do agente na Colômbia e a tentativa de resolver o problema, mas ressaltou que esta espera não irá durar muito tempo. “Estamos tentando resolver o imbróglio do Cuéllar. Temos uma pessoa na Colômbia e devemos ter uma resposta entre hoje e amanhã (terça e quarta-feira). Caso não consigamos desatar a situação, vamos procurar outro jogador. Não temos plano B específico. Esperamos primeiro resolver a questão do Cuéllar”, disse.
Com os direitos econômicos vinculados ao Deportivo Cali, o volante está emprestado ao Junior Barranquilla até junho deste ano. Com o interesse do Cruzeiro, o Barranquilla decidiu comprar 70% de Cuéllar junto ao Cali e emprestá-lo à Raposa.
Inicialmente, estava tudo certo. No entanto, dias depois, os dirigentes colombianos não chegaram a um acordo quanto à porcentagem a ser negociada. O Junior Barranquilla alega que o rival voltou atrás na decisão inicial e passou a dificultar a transferência, enquanto o Cali garante que não está impedindo a negociação.

 

 

Jean e Sandro
Diante do impasse, Jean, do Fluminense, teria voltado à pauta celeste. Vicintin desconversou. “A contratação do Jean está descartada pelo presidente. Claro que toda verdade no futebol dura até amanhã. Por enquanto, a situação do Jean está descartada”, afirmou.
O volante Sandro, do Queens Park Rangers-ING, também foi especulado. Mas o salário em libras do jogador é um empecilho, já que a moeda inglesa vale seis vezes mais do que o Real neste momento. “O Sandro é um jogador que eu não descarto. Primeiro, temos que resolver essa situação do Cuéllar. Pelo Sandro, é uma operação muito difícil pela diferença entre libra e real. O salário dele na Inglaterra é muito diferente do que um salário que um clube brasileiro poderia arcar. Acho uma operação muito difícil, mas é um jogador que acho interessante”, finalizou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.