sexta-feira, 22 de Janeiro de 2016 09:41h

Copa SP Futebol Júnior pode ter uma final mineira

A 47ª Copa São Paulo de Futebol Júnior poderá ter uma final mineira. Cruzeiro e América entram em campo para a semifinal, nessa sexta-feira (22)

O primeiro duelo ocorre na Arena Corinthians, entre o Corinthians e o Cruzeiro. O jogo será às 19h30 e terá transmissão da SporTV e ESPN. Às 21h45, o Flamengo enfrentará o América Mineiro na Arena Barueri com transmissão da SporTV, ESPN e Rede Vida. Os vencedores jogarão no Pacaembu, na próxima segunda-feira (25), às 10h.
O América empatou com o Bahia (BA) por 2 a 2, no Estádio Nogueirão, em Mogi das Cruzes, no tempo normal, e venceu por 3 a 2 nas penalidades máximas. Apesar de não ter tido gols, o primeiro tempo foi bastante movimentado e com os dois times indo ao ataque. O Bahia quase abriu o placar aos oito minutos, quando a bola sobrou para Jonas e ele finalizou com perigo. O América também teve chance de abrir o marcador aos 26, quando Taygor recebeu bola na pequena área e chutou por cima do travessão.

No segundo tempo, os times continuaram no ataque, só que marcaram gols. Logo aos três minutos, Max aproveitou falha da marcação, invadiu a área e chutou na saída do goleiro do Bahia, Dejair. Porém, a resposta do Bahia foi imediata. Aos sete, Max dominou na entrada da área e chutou forte. Sem chances para Johnny.

O confronto foi ganhando emoção e os cinco minutos finais foram eletrizantes. Aos 41 minutos, Alisson cruzou na medida para Geovane Itinga, de cabeça, colocar no contrapé do goleiro. Mas, nada estava ganho. Aos 44, Vitinho fez jogada individual e tocou para Matheuzinho. Ele cruzou e encontrou Matheus, que mandou para as redes.

A decisão foi para os pênaltis e, pela terceira vez, o América saiu como vencedor. Passou pelo Bahia, por 3 a 2. Os baianos erraram três cobranças e converteram duas. Enquanto os mineiros perderam apenas um pênalti e anotaram outros três.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.