segunda-feira, 4 de Julho de 2011 15:10h Atualizado em 5 de Julho de 2011 às 12:41h. Luciano Eurides

Costas é bicampeão rural categoria aspirantes

A equipe aspirantes do Costas sagrou-se campeã rural da categoria no último domingo, no campo do Inhame. O time comandado por Abel venceu a partida de ida por 2x0 e precisava pelo menos de um empate para não ser necessária a cobrança de pênaltis. O Inhame venceu o segundo jogo, 1x0. Na decisão por pênaltis a competência e sorte do goleiro Naldo, a tranquilidade dos cobradores do Costas foram essenciais e o troféu foi para a candidata também ao titulo na categoria principal.


O jogo começou com  Costas tentando pressionar o adversário no campo de ataque. A tática não funcionou e quem deu o ritmo foram os donos da casa. Aos 14 minutos de jogo, João Paulo, lateral esquerdo do Inhame cobrou falta, Paulão passou pela bola e enganou o goleiro Naldo, caprichosamente a bola raspou a trave. Aos 16, Adilson cabeceou, o goleiro do Costas defendeu parcialmente e a bola iria para dentro do gol, mas o goleiro se recuperou e agarrou a bola antes dela ultrapassar a linha de meta. O sufoco aumentava, o ainda lateral Nenem tirou a bola de cabeça já sobre a linha e evitou o primeiro gol do Inhame. Helder de cabeça também tentou e a pressão era total. João Paulo acertou um bom chute de fora da área e levantou a torcida presente.


Na primeira etapa o melhor lance do Costas foi com Roniegleisson, ele tirou a bola com a mão, o árbitro viu, mas havia perdido o apito, o atacante ganhou a frente e chutou a gol, o lance prosseguiu até Sebastião Bernardino encontrar o apito e marcar o toque de mão do atacante.


No segundo tempo a partida não foi tão movimentada, mesmo porque aos 10 minutos de jogo um bom contra ataque do time do Inhame  o jovem e competente atacante Paulinho estava muito bem posicionado para empurrar a bola para dentro do gol do Costas e abrir o placar. Depois do gol a partida caiu em uma grande monotonia. As bolas desapareciam, as contusões tomavam muito tempo. Costas até que tentou acelerar o jogo, mas sem muito perigo ao gol. A partida assim caminhou a passos largos para as cobranças de pênaltis.


Nos penais logo na primeira cobrança Túlio chutou a bola a esquerda do gol, o goleiro Naldo acompanhou a bola o tempo todo, se ela fosse em direção ao gol ele certamente defenderia. Na sequência Helder e João Paulo, ambos com muita categoria, assinalaram os gols. Para Costas Nenem,Roniegleisson e Leandro marcaram e comemoram o título.


A vitória no jogo, não suficiente para ser campeão, foi justa e construída com: José Roberto, Helder, Paulão, João Paulo, Mauricio, Dantinho, Marquinho, Tulio, Mariano, Paulinho e Adilson. O treinador Oswaldo tentou de todas as maneiras e entendeu ser a derrota na primeira partida o diferencial para não ter sido campeão em 2011.


O bicampeão Costas repetiu o feito de 2010, comemorou o título fora de casa e com o futebol de Naldo, Daniel, Toninho, Rogério, Nenem, Fernando, Buiú, Leandro, Alex, Roniegleisson e Fábio Avelar. O técnico Abel tinha no banco o jovem atacante Lucas e demorou muito a colocá-lo no jogo, quando o fez o time melhorou, mas já havia sofrido o gol e correu grande risco de ficar sem o título.


O atleta e dirigente da equipe do Costas, Fábio Avelar avaliou o fato do time chegar as finais em duas categorias, tanto em 2010 quando em 2011 e já comemora um bicampeonato. “Estou muito satisfeito, a dois anos a frente do time conseguimos duas grandes façanhas, levando a equipe as finais, isso nas duas categorias, sendo os aspirantes já bicampeão e o titular disputando o título. É uma alegria muito grande, e esperamos no próximo ano estarmos na disputa novamente. Decidimos na casa do adversário, mas fizemos nossa parte em casa”, falou e ainda antecipou que o time dele vai para o ataque contra o Córrego Falso na categoria principal, na grande final a ser jogada no domingo, na comunidade do Costas. “Acho que o time que joga em casa tem de procurar primeiro fazer o gol, sempre jogar no caminho do gol, não perdemos nenhum jogo, empatamos um jogo, o primeiro da final (0x0), temos tudo para ganhar o jogo, sabemos ser o Colorado uma grande equipe, eles representam bem o Córrego Falso e respeitamos muito, mas vamos para o jogo para vencer”, garantiu.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.