terça-feira, 19 de Agosto de 2014 06:40h Atualizado em 19 de Agosto de 2014 às 06:55h. Luciano Eurides

Costas leva a melhor na primeira partida da final da Copa Rural 2014

A Copa Rural 2014 começou a ser decidida no último domingo e o Costas venceu o Cacôco de Baixo por 2 a 0, gols de Evaldo e Romarinho.

Já na categoria Aspirante, o empate em 1 a 1 deixa a decisão totalmente em aberto. O jogo de volta será no domingo, dia 24, na comunidade rural dos Costas.
Na categoria Principal o jogo foi muito igual no primeiro tempo, com ligeira apresentação ao ataque da equipe do Cacôco de Baixo. Gustavo Lajinha teve boas chances com uma triangulação junto a Mantena. Por duas vezes o goleiro Naldinho teve de salvar a equipe dos Costas. No segundo tempo o time dos Costas entrou atento, já o Cacôco vacilou. Douglas Cachorrão achou Evaldo entrando pelo meio da zaga e o atacante abriu o placar. Ainda se recuperando do gol, o Cacôco foi nocauteado com outra grande jogada de Douglas Cachorrão, dessa vez ele achou Romarinho para fazer 2 a 0.
Segundo Romarinho, o time dos Costas soube se avaliar. “Jogo difícil, o time deles qualificado, o campo grande e tivemos de nos acertar. No primeiro tempo erramos na marcação e corrigimos, conseguimos os gols e jogando em casa tem de ter a mesma seriedade”, e acrescentou que a equipe está acostumada a decisões. “Está normal”, disse.
Para o treinador, Alessandro, o time do Cacôco de Baixo errou. “O time começou bem, o primeiro tempo foi nosso, mas não fizemos o gol, tomamos dois gols rapidinho. Se preparar porque domingo é outro jogo, vai mudar o time, será um jogo mais truncado, vamos correr atrás”, disse.
O jogador, Gustavo Lajinha, avaliou a partida. “Tivemos chances no primeiro tempo e não matamos o jogo, no segundo tempo eles se armaram e conseguiram os gols, temos de correr atrás para levar a decisão para os pênaltis”, considerou.
No jogo de volta a equipe dos Costas fica com o título se vencer ou empatar o jogo. Ao Cacôco cabe vencer por qualquer placar e assim levar a decisão para a cobrança de penalidades.

 

 

 

 

ASPIRANTES
Na categoria aspirante o time do Cacôco de Baixo e Cacôco de Cima fizeram um grande clássico. O time do Cacôco de Baixo saiu na frente logo no início do jogo, Leandro Oreia em cobrança de falta fez 1 a 0. A partir desse momento a equipe do Cacôco estabeleceu uma grande pressão sobre o adversário e o gol insistia em não sair. Na melhor oportunidade do Cacôco de Cima, em uma penalidade máxima, Mimi cobrou e a bola foi por cima do travessão. A insistência da equipe do Cacôco de Cima foi recompensada do final da partida quando Diego Doidera fez o gol de empate.
O atacante, Diego Doidera, falou do resultado. “Nosso time batalhou muito, começamos perdendo e tivemos oportunidades, eu mesmo perdi um gol dito feito, erramos pênalti e no final um bom passe do Ricardo e consegui a finalização. Os dois times são iguais e o campo de lá é pequeno, tem de jogar para conseguir a vitória e sair campeão”, disse.
Leandro Oreia também comentou o jogo e a forma de vencer. “Hoje foi uma infelicidade do nosso time, temos de buscar nosso resultado positivo pensamos em cada jogo. Vai vencer quem tiver raça e determinação”, garantiu.

 

 

 

Créditos: Luciano Eurides

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.