sexta-feira, 27 de Maio de 2011 14:13h Luciano Eurides

Cruzeiro, ainda indefinido para o Palmeiras de Kléber

O próximo desafio do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro vem sendo tratado com muita atenção pelo elenco celeste. O duelo ante ao Palmeiras, que acontecerá no domingo, às 16h, na Arena do Jacaré, é a oportunidade que o time estrelado terá para iniciar de vez sua largada rumo ao lugar mais alto da tabela.


Para o volante Marquinhos Paraná, o momento é de impor a força da Raposa diante de sua torcida e conquistar a primeira vitória na competição. “É importante jogar com a ajuda da torcida, como foi na final. Eles vão nos incentivar para irmos em busca da vitória, já que no jogo passado a gente perdeu e não conseguimos fazer gols. Agora diante da nossa torcida, dentro de casa, contra uma boa equipe, que é o Palmeiras, vamos em busca da primeira vitória no campeonato”, afirmou Paraná.


O jogador avalia as características do confronto com o Figueirense, na primeira rodada, cujo adversário optou por uma postura defensiva, que dificultou o êxito do Cruzeiro e culminou na inesperada derrota. No entendimento de Marquinhos Paraná, o Palmeiras não abrirá mão de buscar o resultado e com isso, o time celeste poderá aproveitar os espaços deixados, trabalhar bem a bola e chegar ao gol. “Vitória é sempre importante, independentemente do adversário. No jogo passado, sem a bola, a equipe do Figueirense marcou muito bem e nossa equipe não conseguiu desenvolver o bom futebol que jogou contra o Atlético-MG. Agora jogaremos diante de uma grande equipe, o Palmeiras, com certeza, vai querer sair para o jogo também. Vamos marcar, para quando tivermos a bola, criar as jogadas e fazer os gols”, comentou.


O atleta polivalente espera que, contra o Palmeiras, a partida seja mais aberta e o Cruzeiro saiba explorar a qualidade de seus jogadores para envolver o adversário, criar oportunidades e estufar as redes. “Nossa equipe quando joga contra outra que defende bem e fica só esperando para sair no contra-ataque, sente muito. A gente espera que, no jogo de domingo, a equipe do Palmeiras saia também, a gente possa marcar bem, para quando estiver com a bola finalizar em gol”, finalizou.


BRANDÃO


No começo da semana, o atacante Brandão era apontado como nome certo no time do Cruzeiro para enfrentar o Palmeiras, uma vez que estava nos planos de Cuca. Já nesta quinta-feira, estranhou o fato de o jogador ter ficado pelo segundo dia consecutivo fora dos treinos com bola.
Assim como na quarta, Brandão ficou apenas na academia. A posição oficial do clube, passada pela assessoria, é de que ele está fazendo exercícios de reforço muscular e continua liberado pelo departamento médico.


O detalhe é que ele dedicou a semana passada inteira ao recondicionamento físico e participou de um coletivo contra os juniores na terça-feira. E, justo agora, na fase de definição da equipe, o atacante voltou a trabalhar à parte.


Desde que foi contratado ao Olympique de Marselha, em março, Brandão atuou apenas na vitória por 2 a 1 sobre o Once Caldas, em Manizales, no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, em 3 de maio. Logo na estreia, ele sofreu estiramento muscular na coxa esquerda. Ele não jogou o Mineiro porque as inscrições estavam encerradas no período de sua chegada.

 

 

Treino


Sem contar com Brandão, mais uma vez, Cuca adiou novamente a montagem do time para enfrentar o Palmeiras. As ausências certas para domingo são o zagueiro Victorino, que jogará pela Seleção Uruguaia contra a Alemanha, no domingo; o meia Roger, em recuperação de estiramento na panturrilha esquerda; e o lateral-esquerdo Diego Renan, em tratamento de lesão na coxa esquerda.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.