terça-feira, 23 de Fevereiro de 2016 11:20h

Cruzeiro ainda pode melhorar, garante treinador

As três vitórias consecutivas do Cruzeiro no Campeonato Mineiro, contra Tombense, Tupi e Tricordiano, ainda não foram suficientes para tirar a desconfiança do torcedor em relação ao trabalho do técnico Deivid e do próprio time

Para o comandante celeste, os placares magros nestas partidas – 2 a 1, 1 a 0 e 1 a 0, respectivamente – contribuem para o sentimento de insatisfação.“Não convenceu porque ganhou de 1 a 0. Se tivesse feito 2, 3, você ia falar que estava de bom tamanho. A bola não está entrando, temos que ter paciência. Teve um pênalti que poderia ter sido o segundo gol, mas eu sinto que a equipe está evoluindo”, disse Deivid, após a partida contra o Tricordiano.

 


Ainda sobre o confronto desse sábado, disputado na Arena do Jacaré, o treinador enalteceu o desempenho do time, com exceção dos cinco minutos finais, quando o adversário foi para cima e só não conseguiu o empate graças ao zagueiro Dedé. “Fomos bem 85 minutos de jogo. Os últimos cinco nós não conseguimos controlar o jogo e tivemos uma pressão desnecessária. Estou chateado porque nos últimos cinco minutos que nós tivemos, mas feliz que a equipe está evoluindo. Começando a finalizar mais e a tendência é evoluir cada vez mais”, analisou.
Deivid faz um balanço positivo do desempenho da equipe neste início de temporada, mas acredita que a

 

inda há muito o que melhorar ao longo da temporada. “São sete jogos, quatro vitórias, dois empates e uma derrota. Claro que temos que evoluir, eu quero chegar no limite, quero que a equipe jogue da forma como eu gosto, da forma como eu quero. Temos que melhorar a cada dia, não podemos passar esse susto que passamos nos últimos cinco minutos. Que a gente possa ter o jogo equilibrado, controlar o jogo para sempre vencer”, comentou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.