sábado, 15 de Janeiro de 2011 00:00h

Cruzeiro apresenta reforços

O Cruzeiro confirmou na manhã desta sexta-feira a contratação do atacante Reis, de 22 anos. O atleta foi um dos destaques da Ponte Preta-SP na disputa do Campeonato Brasileiro de 2010, série B.

O jogador, que é mineiro de Juiz de Fora, iniciou a carreira no time de sua cidade natal, o Tupi-MG. O atacante se destacou na equipe de Campinas-SP ao marcar 11 gols no Brasileirão 2010.

O centroavante vem para disputar uma vaga no ataque celeste com os jogadores Thiago Ribeiro, Ernesto Farías, Wallyson, Eliandro, o jovem Thiaguinho e os recém contratados Ortigoza e André Dias, que foram anunciados ontem como reforços da Raposa. Além de Wellington Paulista, que pode ser negociado com o futebol internacional, segundo o presidente Zezé Perrella, mas a princípio segue concentrado junto ao elenco estrelado.

Reis é a sétima contratação que o Cruzeiro fez para a temporada 2011. Além dele, o clube estrelado já havia confirmado a aquisição dos zagueiros Naldo e Fabrício, os volantes Leandro Guerreiro e Geovane, que também atua como lateral-direito e os atacantes já citados.

Um dos principais reforços do Cruzeiro para a temporada, o zagueiro e lateral-esquerdo Fabrício já está na Toca II para realizar exames médicos. Em entrevista ao site do clube e à TV Cruzeiro ele esbanjou entusiasmo por integrar um elenco altamente qualificado e vestir a camisa de uma equipe de ponta. O atleta chegou ao clube estrelado se comprometendo a mostrar a que veio. “A expectativa é a melhor possível. Espero me adaptar bem em Minas e no Cruzeiro, conseguir trabalhar bem, dar meu máximo para o clube e mostrar quem é o Fabrício para a torcida cruzeirense”, disse.

Fabrício explicou porque é considerado um jogador de dupla função: zagueiro e lateral-esquerdo. Ele se coloca à disposição do técnico Cuca para ser um curinga no elenco celeste e até mesmo contribuir ofensivamente, com cobranças de falta e gols. “Eu não sou zagueiro de origem, comecei a jogar como volante e fui para a zaga no juvenil. Então sempre tive mais facilidade na saída de bola e já fui aproveitado na lateral esquerda por ter essa qualidade de vir do meio e sair com a bola. Se precisar, se o Cuca quiser contar, vou estar ali para ajudar. Sou um zagueiro calmo, mais técnico e se der uma brecha eu faço um golzinho de falta”, destacou.

Algo que surpreendeu Fabrício foi a estrutura da Toca da Raposa II. O zagueiro comparou o centro de treinamento estrelado com os de times europeus e revelou que, se já estava feliz com sua vinda para o Cruzeiro, após conhecer a Toca, ficou ainda mais estimulado. “A estrutura do Cruzeiro é exemplar, me lembra muito o time que joguei na Alemanha. É boa, ampla, com muita coisa para trabalhar, isso é um ânimo a mais, chegar num clube que tem uma estrutura e uma capacidade como o Cruzeiro é uma motivação a mais para o jogador”, comentou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.