quinta-feira, 23 de Julho de 2015 10:00h

Cruzeiro busca diretor de futebol e perde diretor de marketing

O diretor de marketing do Cruzeiro, Marcone Barbosa, está de saída do clube

O dirigente recebeu uma proposta do Fluminense e foi liberado pelo presidente celeste Gilvan de Pinho Tavares para acertar com os cariocas. O diretor comercial da Raposa, Robson Pires, seria o mais cotado para assumir o cargo.
Responsável por desenvolver uma série de ações de marketing nos últimos anos no Cruzeiro, além de alavancar o programa de sócio-torcedor do clube celeste, Marcone Barbosa deixará o cargo no próximo dia 31.
Sob o comando de Marcone Barbosa, o Cruzeiro saltou de 4 mil para 71 mil associados em pouco mais de dois anos. O dirigente também comandou ações de marketing inusitadas com jogadores, como a do zagueiro Dedé, apresentado em um supermercado, e do meia-atacante Júlio Baptista, que chegou em um carro-forte no Mineirão.
Marcone Barbosa é o segundo dirigente a deixar o Cruzeiro após a conquista do bicampeonato brasileiro. O primeiro a sair foi o diretor de futebol Alexandre Mattos, que se transferiu para o Palmeiras no início deste ano.
No Fluminense, o diretor de marketing terá como uma das missões aprimorar o sócio-torcedor do clube, atualmente o décimo colocado no ranking elaborado pelo portal “Futebol Melhor”, com 34 mil membros. Além disso, Marcone Barbosa será um dos responsáveis por trabalhar a imagem de Ronaldinho Gaúcho, contratado neste mês e deverá fazer a estreia em agosto.
Sem um diretor de futebol há sete meses desde a saída de Alexandre Mattos para o Palmeiras, a diretoria do Cruzeiro busca um novo profissional e intensificou as negociações nas últimas semanas. Assim, o nome de Isaías Tinoco surge como o mais cotado junto ao presidente Gilvan de Pinho Tavares para assumir o cargo no clube celeste. A informação foi divulgada por João Vítor Xavier no programa Bastidores desta terça-feira.
As conversas da diretoria celeste com Isaías Tinoco estão adiantadas e o nome do diretor pode ser anunciado pela Raposa nos próximos dias. O dirigente trabalhou com o técnico Vanderlei Luxemburgo no Flamengo entre 2010 e 2012. Tinoco seria uma indicação do treinador celeste.
O trabalho de Isaías Tinoco se resumiu basicamente ao futebol carioca. Ele começou a carreira nas categorias de base do Flamengo, em 1977. Seis anos depois assumiu o mesmo cargo no Vasco. A experiência com o futebol profissional teve início em 1993, no clube Rubro-Negro.
Em 1995, foi o homem-forte do futebol do Vasco de Eurico Miranda e participou de grandes conquistas da equipe Cruzmaltina, como o Campeonato Brasileiro de 1997 e a Copa Libertadores de 1998. O dirigente trabalhou no alvinegro até 2005, quando voltou ao Flamengo. No Rubro-Negro ficou até 2012, ano em que trabalhou ao lado de Zico.
Em janeiro de 2013, Isaías Tinoco saiu do futebol carioca para assumir a gerência de futebol do Guarani, de Campinas. No entanto, deixou o cargo quatro meses depois, após uma reformulação no clube paulista. No ano passado, o dirigente retornou ao Vasco como gerente de futebol das categorias de base, cargo que exerce atualmente.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.