quinta-feira, 11 de Junho de 2015 10:08h

Cruzeiro busca o pelotão de frente do Brasileirão

A Raposa voltou aos treinos na manhã de ontem, na Toca da Raposa II

O técnico Vanderlei Luxemburgo aproveitou a semana de descanso pelo Campeonato Brasileiro para trabalhar o físico dos atletas e principalmente as jogadas ensaiadas. O Cruzeiro soma sete pontos na classificação e precisa vencer para encostar no pelotão da frente.
O meia-atacante Marquinhos tem a estratégia para o Cruzeiro vencer o Vasco, no próximo sábado, às 21h, em São Januário: “Sempre é bom jogar na velocidade, esse é um ponto forte da nossa equipe”, disse o jogador, autor de um dos três gols da vitória sobre o Atlético, sábado passado. Ele promete muita luta para o time conseguir o terceiro triunfo seguido. “Se for perder, que perca sangrando dentro de campo”, acrescentou.
Marquinhos tenta assimilar a maneira de trabalho do técnico Vanderlei Luxemburgo, que assumiu o time na semana passada. “A gente tem que pegar o jeito de jogar, a maneira que ele gosta de treinar. Temos que pegar o mais rápido possível, alguns treinadores falam de uma maneira, ele de outra. Isso é bom para nossa carreira, principalmente se eu puder fazer gols e ajudar a equipe”, destacou.
O Vasco passa por um momento complicado no Brasileirão. Em seis rodadas, perdeu três e empatou outras três vezes. A torcida pressiona o elenco e chegou a invadir o treino desta segunda-feira para protestar. Mesmo assim, ele prega respeito ao rival. “Vai ser um jogo bem difícil, sempre é complicado jogar contra o Vasco, até pelo momento que eles estão vivendo na competição, mas não deixa de ser uma grande equipe. Eles podem surpreender em qualquer momento da competição. Sabem que é importante vencer diante de sua torcida. Temos que fazer nossa parte, da nossa maneira, atender ao treinador, para conseguir o melhor lá”, disse.
O centroavante Leandro Damião gostou dos trabalhos realizados pelo treinador e sua comissão, principalmente pelos ensinamentos mostrados dentro de campo. "É importante vencer, as coisas assim estão boas, mas sabemos que temos que melhorar, fizemos bons jogos com Luxemburgo. Agora temos uma semana cheia (sem intervalos), fizemos bastante trabalho com o Antonio Melo e o treinador. É importante esse tempo para o professor conhecer cada um. E todo mundo quer aprender o máximo com ele, acatar as ordens dele, e mostrar serviço dentro de campo", disse o camisa 9.
O centroavante da Raposa ainda não marcou no Campeonato Brasileiro deste ano, porém foi responsável por assistências que deram o triunfo ao time estrelado no clássico da rodada passada.  Foi dele a bola vencida pelo alto contra a defesa do rival e que chegou até o atacante Alisson que serviu Willian no primeiro gol, e partiu de Damião a assistência para Marquinhos definir o placar de 3 a 1. "Vou estar sempre brigando pelo meu time. Uma hora a bola volta a entrar. Espero voltar a fazer gols e estar ajudando a equipe ali na frente. Minha posição é centroavante, sou mais um na equipe que tem que aproveitar as oportunidades, mas espero esta melhorando. Fazer gol é sempre bom, e estou buscando isso", concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.