segunda-feira, 4 de Junho de 2012 09:29h Luciano Eurides

Cruzeiro confiante no longo período de treino

O Cruzeiro iniciou, na terça-feira passada, a preparação para a próxima rodada do Campeonato Brasileiro, que será disputada na quinta-feira, no Engenhão, contra o Botafogo. Até o jogo, o time celeste terá uma semana para treinar, fato positivo na opinião do atacante Wallyson, que vê a Raposa em evolução progressiva após a chegada de Celso Roth.

 

O avante vislumbra um futuro bem sucedido para o Cruzeiro neste Campeonato Brasileiro. Ele exalta as melhorias que o técnico celeste trouxe para o time nos dois primeiros jogos que comandou, contra Atlético-GO e Náutico, e frisa a motivação renovada no elenco estrelado. “Eu vejo, nesses dois jogos que o Cruzeiro fez com o Roth comandando a equipe, o time marcando mais, saindo rápido, e um clima novo de esperança. O Cruzeiro não vive um bom momento, mas ele tem conversado muito, dando muita moral para nossa equipe e estamos melhorando a cada jogo, espero que vá nesse caminho”, disse.

 

Como não houve jogo neste final de semana, em virtude das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, o Cruzeiro teve um tempo maior de preparação para o duelo com o Botafogo. Na opinião de Wallyson, esse período foi fundamental para que Celso Roth aplicasse seu método de trabalho e ajustasse a equipe celeste, a fim de ir ao Rio de Janeiro buscar uma importante vitória. “Ele (Celso Roth) teve mais tempo para treinar nossa equipe, ele está aqui há pouco tempo e essa parada no Brasileiro foi importante para ele passar o que gosta, então acho que nossa equipe tem que treinar bastante para quando pegar o Botafogo, fazer uma bela partida e sair com os três pontos”, comentou.

 

O goleiro Fábio, um dos maiores ídolos da torcida cinco estrelas, com o empate em 0 a 0 com o Náutico, no sábado passado, no estádio dos Aflitos, no Recife-PE, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, chegou à 441ª partida disputada com a camisa do time celeste.

 

Diante disso, Fábio se igualou ao ex-volante Ricardinho no posto de 10º jogador que mais vezes atuou pela equipe profissional do Cruzeiro. Na próxima partida que entrar em campo pela Raposa, possivelmente no dia 7 de junho, contra o Botafogo, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro-RJ, pela 3ª rodada do Brasileirão, Fábio atingirá 442 jogos, e se igualará a Ademir, como 9ª atleta com mais atuações pelo Cruzeiro.

 

O ex-meia Zé Carlos é o jogador que mais vezes vestiu a camisa cruzeirense em campo, com nada menos que 633 partidas disputadas pela equipe mineira, nas décadas de 1960 e 1970. Em se tratando de goleiro, Fábio é o segundo que mais atuou pelo Cruzeiro, atrás apenas de Raul Plassmann, atualmente Coordenador Técnico da Base do Cruzeiro Esporte Clube. Goleiro celeste de 1966 a 1978, Raul participou de 557 partidas pela equipe cinco estrelas.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.