terça-feira, 12 de Julho de 2016 17:08h Site Oficial do Cruzeiro

Cruzeiro cria várias chances, mas é superado pelo Atlético-PR em casa

Depois de dominar amplamente o primeiro tempo, quando teve 15 finalizações contra apenas três do adversário, o Cruzeiro acabou sendo superado pelo Atlético-PR, por 3 a 0, no Mineirão, na noite desta segunda-feira

Depois de dominar amplamente o primeiro tempo, quando teve 15 finalizações contra apenas três do adversário, o Cruzeiro acabou sendo superado pelo Atlético-PR, por 3 a 0, no Mineirão, na noite desta segunda-feira, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Todos os gols dos visitantes aconteceram na etapa complementar e foram marcados por Pablo e André Lima (2x).

Agora, o Maior de Minas terá o restante da semana para se preparar até o próximo duelo do certame nacional. No domingo, dia 17 de julho, a Raposa enfrentará o Fluminense, às 16h, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita-RJ.

 

 

O jogo

Empurrado pela nação azul, o Time do Povo começou o duelo marcando presença no seu campo de ataque. Logo aos três minutos, Rafael Sóbis avançou pela ponta esquerda e acionou Willian. O camisa 9 dominou e arriscou de fora da área, obrigando Weverton a espalmar a finalização para o lado.

Cinco minutos mais tarde, o “Bigode” voltou a aparecer. Desta vez, ele recebeu ótimo passe de Arrascaeta e chutou cruzado, de primeira, assustando o arqueiro paranaense. Logo depois, Lucas foi à linha de fundo e cruzou na medida para Rafael Sóbis, que cabeceou para outra boa defesa do goleiro visitante.

 

 

Só dava Cruzeiro. Aos 16 minutos, a zaga atleticana se atrapalhou e Weverton dividiu com Wilian. Na sobra, Arrascaeta tentou encobrir o guarda-metas que, mesmo fora da grande área, interceptou a trajetória da bola com a mão. O árbitro assinalou a falta e, na cobrança, Edimar acertou a barreira.

Mandante da partida, a Raposa pressionava o rival durante todo o tempo e não o deixava chegar perto das traves defendidas por Fábio. Na marca dos 36 minutos, Willian tentou finalizar, mas o chute foi interceptado pelos defensores adversários. Bem posicionado, Robinho aproveitou o rebote e acertou o canto direito de Weverton, que se esticou todo e evitou o gol do Maior de Minas.

A primeira chance dos comandados de Paulo Autuori aconteceu somente aos 47 minutos, quando Sidcley passou por Lucas e tocou para Vinicius. O meio-campista buscou o ângulo esquerdo de Fábio e errou por pouco o alvo.

 

 

 

 

 

2º tempo

Recuado durante toda a primeira etapa, o Atlético-PR tentou iniciar a segunda metade do confronto com uma postura diferente. Aos três minutos, após lançamento para a área, Bruno Viana desviou de cabeça e Walter acabou ficando com a sobra. O atacante chutou forte, mas sem direção, para o alívio da nação azul.

Quatro minutos mais tarde, Rafael Sóbis fez boa jogada na ponta esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por toda a extensão da área, sem ninguém encostá-la. No meio do caminho, Arrascaeta deu um carrinho para alcançá-la, porém não conseguiu.

O tempo passava e Raposa continuava pressionando os paranaenses. Aos 14 minutos, Wilian, no lado direito do ataque, cruzou para Arrascaeta, que caiu dentro da pequena área e o árbitro nada marcou. Na sequência, a bola chegou a Rafael Sóbis e este finalizou com força, mas o chute parou no peito de Weverton, que se jogou para impedir a trajetória do arremate.

 

 

 

Aos 20 minutos, Weverton deu um chutão para o campo de ataque. Na disputa pelo alto, Bruno Rodrigo desviou e a bola ficou com Pablo que, livre de marcação, concluiu no ângulo de Fábio.Atlético-PR 1 x 0.

Dois minutos depois, se aproveitando de um rápido contra-ataque, os atleticanos aumentaram a vantagem no placar. Marcos Guilherme acionou Nikão, que escorou para André Lima e este só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo da rede. Atlético-PR 2 x 0.

A resposta do tetracampeão brasileiro veio aos 31 minutos, quando Arrascaeta deu ótima assistência para Allano. Próximo à pequena área, o meio-campista concluiu e Weverton, outra vez, apareceu para salvar a agremiação do estado do Paraná.

Já aos 35 minutos, Marcos Guilherme foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de André Lima, que testou com força, dando números finais ao jogo. Atlético-PR 3 x 0.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.