sábado, 17 de Maio de 2014 06:00h

Cruzeiro de camisa e vida nova no Brasileirão

Para homenagear a Seleção Brasileira, que disputará em casa a Copa do Mundo, o Cruzeiro lançou na manhã desta sexta-feira duas camisas especiais.

A linha três, de linha, com a cor amarela em destaque, e detalhes em azul, custará R$199,90. Foi apresentada também a camisa de goleiro, que tem o azul como cor principal e detalhes em amarelo. 
A venda das camisas já está disponível na loja oficial do Cruzeiro e o novo modelo deverá ser utilizado pelos jogadores já na partida deste sábado, às 18h30, contra o Coritiba, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.
Outros times no Brasil como Internacional, Corinthians e Santos também tiveram a mesma iniciativa da Raposa, adotada no terceiro uniforme.
A eliminação do Cruzeiro na Copa Libertadores continuou rendendo assunto na Toca da Raposa II, na reapresentação do elenco nesta quinta-feira. Uma das novidades do técnico, Marcelo Oliveira, que começaram a partida contra o San Lorenzo, o volante Nilton deu mais explicações sobre a queda do time nas quartas de final e relatou a dificuldade para passar a noite, já que foi dormir às 5h da manhã. “Para dormir é impossível. Você pensa nos lances, momentos durante a partida. É um gostinho frustrante dar adeus a um campeonato no qual todos depositavam os votos no Cruzeiro. Foi uma noite desagradável não só para os jogadores, mas para a comissão técnica e todos os cruzeirenses”, observou.
Mas o Cruzeiro terá que virar a página e voltar as atenções para as competições que restaram. O objetivo da equipe, de acordo com Nilton, é conseguir a mesma reação do segundo semestre ano passado e obter a maior quantidade de pontos possível no Brasileirão até a pausa para a Copa do Mundo. Além disso, entrar com tudo na Copa do Brasil para tentar voltar à Libertadores em 2015. “Temos o Brasileiro e a Copa do Brasil para nos redimir. Infelizmente, é um tricampeonato que ficou para trás. É melhorar no Brasileiro, pontuar o máximo possível até a parada para o Mundial, entrar com força também na Copa do Brasil para retornar no ano que vem à Libertadores”, frisou.

Sondagens
Alvo de especulações da Europa, Nilton tenta se manter alheio e concentrar somente no trabalho. O camisa 19 vem sendo sondado pela Inter de Milão e sua transferência para a Itália é dada praticamente como certa, porém o jogador nega. “As especulações acontecem, isso é fato. Não vou mentir para vocês, porque é normal, não só eu como qualquer jogador. Principalmente nós do futebol brasileiro, que estamos sendo visados. Eu tento manter o meu foco, meu trabalho, tento fazer as coisas nos devidos lugares, jogar sempre pensando no momento, nunca no amanhã ou depois”, ressaltou.
Com a saída da Libertadores, a tendência é que a diretoria celeste libere alguns atletas para enxugar o grupo, já que haverá apenas duas competições até o final do ano para disputar. Mesmo com o assédio da Internazionale de Milão, que deve fazer uma proposta oficial pelo volante após a Copa do Mundo, Nilton garante que não sabe de nada. “Pior que não chegou (proposta da Inter de Milão) e se chegou pode estar lá em cima com o meu empresário. Eles não passam para mim. Aqui mesmo no Cruzeiro ele me passou apenas dois dias antes de assinar o contrato. Estou com o foco aqui, mas se for bom para Cruzeiro e para mim, até pela forma que o clube abriu as portas, só tenho a agradecer. Mas a princípio não tem nada e vou cumprir o contrato até o fim”, completou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.