terça-feira, 28 de Julho de 2015 10:14h

Cruzeiro de Marcelo Oliveira ou de Vanderlei Luxemburgo

Apático em campo, mais uma vez o Cruzeiro jogou mal e acabou perdendo outra partida no Campeonato Brasileiro

Com muitos erros individuais e também coletivo, a equipe celeste foi derrotada pelo São Paulo por 1 a 0, neste domingo, no Morumbi, pela 15ª rodada da competição.
O gol da equipe paulista foi anotado por Alexandre Pato, aos 44 minutos do primeiro tempo. Logo após o tento são-paulino, os jogadores do Cruzeiro foram até o auxiliar para reclamar de impedimento. Na saída de campo, no intervalo, as declarações dos cruzeirenses contra a arbitragem continuaram. Mas as câmeras da televisão mostraram que o atacante tricolor estava em posição legal.
Com mais uma derrota, o Cruzeiro caiu para a 13ª posição, com 17 pontos, e acumulou o segundo jogo sem vencer. A vitória simples levou o São Paulo a 27 pontos, colocando o Tricolor no G-4, na quarta colocação.
Na próxima rodada, o Cruzeiro terá pela frente uma pedreira para tentar a reação no Brasileiro. No domingo, a equipe vai ao Recife para enfrentar o Sport, às 18h30, na Arena Pernambuco. Já o São Paulo buscará manter o embalo diante do líder Atlético, na quarta-feira, às 22h, no Mineirão.
A ascensão do Palmeiras nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro tem provocado questionamentos de torcedores do Cruzeiro sobre a demissão do técnico Marcelo Oliveira. Bicampeão nacional, o treinador deixou a Raposa após a quarta rodada e semanas depois assumiu o Palmeiras, no lugar de Oswaldo de Oliveira.
Vanderlei Luxemburgo foi o escolhido para a vaga de Marcelo, que estreou no Verdão na oitava rodada, com a derrota por 1 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre. Já Luxemburgo estreou no comando da Raposa na quinta rodada, com vitória por 1 a 0 sobre Flamengo, no Mineirão.
Na época da troca de treinadores, as duas equipes estavam perto da zona de rebaixamento. Algumas rodadas depois, os números mostram que a mudança surtiu mais efeito para o time paulista.
Com Marcelo Oliveira, o Palmeiras conseguiu seis vitórias, uma derrota e um empate em oito jogos, aproveitamento de quase 80%. A arrancada tirou o time das últimas posições e o colocou no G-4. É o atual terceiro colocado, com 28 pontos, quatro a menos em relação ao líder Atlético.
Já o desempenho de Luxemburgo no Cruzeiro não foi suficiente para tirar o time da parte intermediária da tabela. Como na época de Marcelo Oliveira, o time celeste está mais perto do Z-4 do que do G-4. São 11 partidas no comando da Raposa, com cinco vitórias, cinco derrotas e um empate, aproveitamento de 48%. O Cruzeiro ocupa a 13ª posição, com 17 pontos, quatro a mais do que o Goiás, primeiro na lista da degola.
O Cruzeiro 2015 sofre com a reformulação. O time bicampeão brasileiro perdeu destaques como Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Lucas Silva e a diretoria não conseguiu contratações no mesmo nível. O próprio Marcelo Oliveira, ainda no comando celeste, pediu a contratação de alguns jogadores que, coincidentemente, hoje estão no Palmeiras, casos do volante Arouca, do zagueiro Leandro Almeida e do meia Robinho.

Leia Também

Imagem principal
Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.