segunda-feira, 15 de Setembro de 2014 06:10h

Cruzeiro é derrotado no Morumbi, mas segue disparado na liderança

Atual campeão brasileiro, o Cruzeiro perdeu para o São Paulo por 2 x 0 neste domingo, no Morumbi, pela 21ª rodada da competição nacional, mas continua na liderança isolada, com quatro pontos a mais que o segundo colocado, o próprio São Paulo.

A derrota, apenas a terceira no torneio, quebrou uma invencibilidade de 19 jogos da Raposa, que volta a campo contra o Atlético-PR, na próxima quarta-feira, às 19h30, no Mineirão.

Como era mesmo de esperar, Cruzeiro e São Paulo fizeram uma grande partida, com as duas equipes buscando o ataque desde o apito inicial do árbitro Leandro Pedro Vuaden. Logo aos 5 minutos, Everton Ribeiro chutou de fora da área, para fora. Pouco tempo depois Ganso também arriscou de longe e Fábio defendeu.

Aos poucos, a Raposa passou a dominar o jogo e criou boas chances para abrir o marcador, especialmente com Ricardo Goulart. Na primeira delas, o artilheiro do Brasileirão recebeu passe de Marcelo Moreno e chutou para o gol, mas o zagueiro Edson Silva conseguiu tirar para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou para o garoto Alisson, que chutou forte, acima do gol de Rogério Ceni.

Na sequência, o camisa 28 cinco estrelas aproveitou cruzamento de Mayke e cabeceou meio desequilibrado, facilitando a defesa de Ceni. Aos 18, em contra-ataque, o mesmo Goulart quase fez um golaço, por cobertura, mas a bola saiu com muito perigo acima do gol adversário.

Meia da seleção brasileira, Ricardo Goulart deu trabalho demais ao São Paulo e só não fez 1 x 0, em finalização precisa da entrada da área, por causa de excelente defesa de Rogério Ceni, no ângulo, salvando o time da casa.
Apesar de muito superior em campo, o Cruzeiro acabou sofrendo o primeiro gol aos 35 minutos, em cobrança de pênalti de Rogério Ceni, após o árbitro ter marcado falta de Dedé em Ganso dentro da área.

Nos instantes finais da etapa inicial, a equipe paulista quase ampliou, não fosse importante intervenção de Fábio, que se jogou nos pés do meia Kaká e colocou a bola para a linha de fundo.

Segundo tempo

A etapa final do confronto entre os dois primeiros colocados do Campeonato Brasileiro foi bem parecida com a inicial, com um jogo bastante veloz, lá e cá, e boas chances para os dois lados.

Aos 4 minutos, a equipe da casa deu um susto em Fábio, através do atacante Alan Kardec, que recebeu cruzamento de Kaká, dominou de cabeça e chutou rápido, para fora. A resposta estrelada foi imediata, com Everton Ribeiro chutando de dentro da área e obrigando Rogério Ceni a fazer outra difícil defesa.

O Maior de Minas seguiu em busca do gol, que quase veio em outra jogada de Goulart. O artilheiro ganhou disputa de bola com Rafael Toloi dentro da área e tocou para o outro artilheiro Marcelo Moreno, que chutou à esquerda do gol.

A Raposa cresceu de produção e se aproximava do empate, mas, aos 25, sofreu o segundo gol, marcado por Alan Kardec. O atacante desviou, de cabeça, escanteio cobrado por Ganso. Fábio defendeu, mas a bola sobrou para o próprio Kardec, que desta vez não titubeou e chutou forte, sem chance alguma para o goleiro celeste.

Satisfeito com o resultado, o time o local passou a valorizar mais a posse da bola, enquanto o Cruzeiro continuou atacando e quase diminuiu em um chute forte de Alisson, de fora da área, mas a bola saiu à esquerda do gol.

O São Paulo ainda poderia ter ampliado, em um chute de Kaká cara a cara com Fábio, que fez outra grande defesa.


SÃO PAULO 2 X 0 CRUZEIRO

Motivo: 21ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 14/09/2014 (domingo)
Local: estádio Morumbi, em São Paulo-SP
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden-RS (Fifa)
Gols: Rogério Ceni, aos 35 min. do 1º tempo; Alan Kardec, aos 25 min. do 2º tempo

São Paulo
Rogério Ceni; Auro, Rafael Toloi, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Ganso e Kaká; Alexandre Pato (Michel Bastos) e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

Cruzeiro
Fábio; Mayke, Dedé (Manoel), Léo e Ceará; Lucas Silva (Dagoberto), Nilton, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (Júlio Baptista); Alisson e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira

Cartões amarelos: Dedé e Ricardo Goulart (Cruzeiro); Kaká, Alan Kardec e Alvaro Pereira (São Paulo)

 

Créditos: Washington Alves/Light Press

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.