sexta-feira, 23 de Setembro de 2011 13:17h Dácio Fernandes

Cruzeiro em queda livre

Sem protesto de torcedores, os jogadores do Cruzeiro desembarcaram no aeroporto de Confins,  após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, dessa vez para o Coritiba, por 2 a 1, no Couto Pereira. Alguns torcedores que estavam no local gritaram palavras de ordem contra os atletas. O goleiro Fábio chegou a se irritar, após ser chamado de “mãos de alface”. A comissão técnica desembarcou separado dos jogadores.
O técnico Emerson Ávila e o diretor de futebol do clube mineiro, Dimas Fonseca, não quiseram dar entrevistas. Ambos passaram rapidamente em direção ao ônibus que os levariam a Belo Horizonte.


O diretor de comunicação da Raposa, Guilherme Mendes, confirmou que uma reunião entre Dimas, Ávila e o presidente Zezé Perrella será realizada assim que a delegação chegar à Toca da Raposa II. A tendência é que o treinador não siga no comando técnico do clube. Vários nomes já são especulados, como Renato Gaúcho, que está sem clube, desde que deixou o Atlético-PR, e Vanderlei Luxemburgo, que vive uma péssima fase no Flamengo.

 

 

Convocações

 

O goleiro Fábio não foi convocado pelo técnico Mano Menezes, tanto para o amistoso contra a Argentina, como os próximos contra Gana e México. Já Victorino foi chamado para os jogos contra a Bolívia, no dia 7 de outubro, e Paraguai, no dia 11 de outubro. Próximas a essas datas, o Cruzeiro enfrentará o São Paulo, no dia 5, e Bahia, no dia 12, pelo Campeonato Brasileiro.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.