segunda-feira, 4 de Julho de 2016 16:08h Site Oficial do Cruzeiro

Cruzeiro empata com o Vitória pelo Brasileiro

Apoiado por mais de 43 mil vozes, a Raposa enfrentou o Vitória, neste domingo, no Mineirão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro

Apesar de sair na frente do placar com gols de Alisson e Arrascaeta, o Cruzeiro acabou levando o empate na etapa complementar. Diego Renan e Vander marcaram os tentos dos visitantes na partida, que terminou com o placar de 2 a 2.

O próximo compromisso do Maior de Minas está marcado para quarta-feira, novamente contra o Vitória. No entanto, desta vez o confronto será válido pelo jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil e acontecerá às 21h45, no Manoel Barradas, em Salvador-BA.

Já pelo Brasileirão, o Cube Azul voltará a campo somente na segunda-feira, dia 11 de julho, quando duelará com o Atlético-PR, às 20h, no Mineirão.

 

 

O jogo

A partida no Mineirão começou em um ritmo alucinante. Com a torcida cruzeirense dando um show à parte, o primeiro lance agudo aconteceu logo no primeiro minuto e foi protagonizado por jogadores que já vestiram o manto azul. Dagoberto, na ponta esquerda, passou por Lucas e cruzou para Marinho, que dividiu com Fábio. Na sobra, Diego Renan, próximo ao gol, finalizou mal, para o alívio da nação azul.

Aos dez minutos, em cobrança de escanteio, o Maior de Minas criou a sua primeira chance. Na ocasião, Bruno Viana subiu bem e cabeceou em direção à meta adversária. No meio do caminho, a bola desviou em Riascos e foi parar no fundo da rede. Entretanto, o árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez assinalou impedimento e anulou o lance.

 

 

Na marca dos 18 minutos, a agremiação visitante voltou a assustar. Dessa vez, Marinho recebeu na ponta direita, avançou na diagonal e concluiu com força, no canto esquerdo de Fábio. O goleiro celeste se esticou todo e espalmou para escanteio, evitando a inauguração do marcador.

Aos 23 minutos, em boa trama armada no lado direito do ataque, o Maior de Minas balançou a rede. Lucas teve ótima visão de jogo e deu assistência precisa para Alisson que, dentro da área, apenas girou o corpo e chutou rasteiro, sem chances para Caíque. Cruzeiro 1 x 0.

 

 

 

Depois do tento, a Raposa passou a dominar amplamente as ações do duelo. Aos 29 minutos, Élber partiu para cima da marcação e sofreu falta, próximo à linha da grande área. Na cobrança, Arrascaeta buscou o ângulo de Caíque, que saltou para espalmar a finalização do camisa 10.

Três minutos mais tarde, os baianos tentaram reagir. Kieza ganhou disputa pelo alto e a bola ficou com Marinho, que arrematou de primeira, obrigando Fábio a operar outro milagre no Mineirão. Logo depois, foi a vez de Kieza arriscar e parar na muralha azul.

 

 

 

2º tempo

Logo no início da segunda etapa, o zagueiro Ramon interceptou um contra-ataque do Maior de Minas, levou o seu segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um a mais em campo, o Cruzeiro não demorou para ampliar a vantagem no placar.

Aos oito minutos, Alex, que entrou no lugar de Élber, fez ótimo passe para Riascos. O colombiano deu um leve desvio, de letra, e deixou Arrascaeta na cara do gol. Oportunista, o uruguaio não perdoou e chutou de maneira indefensável, estufando a rede do gol baiano.Cruzeiro 2 x 0.

 

 

Logo após o gol, o Cruzeiro se manteve no campo de ataque. Aos nove minutos, Alex apareceu novamente, realizando assistência para Riascos, que, dentro da grande área, concluiu para a defesa de Caíque. Na sequência, foi a vez de Alex receber de Arrascaeta e também parar na intervenção do goleiro visitante.

Recuado em seu campo de defesa, o Vitória decidiu arriscar aos 19 minutos, quando Marinho foi derrubado por Alisson e o árbitro confirmou a penalidade máxima. Responsável pela cobrança, Diego Renan apenas deslocou Fábio e marcou o primeiro tento dos comandados de Vagner Mancini. Vitória 1 x 2.

 

 

 

Depois dos 20 minutos, o ritmo da partida desacelerou. Somente aos 37 aconteceu outro lance agudo, com Vander, que, na entrada área, pegou a sobra de um chute de Marinho e finalizou no canto de Fábio, empatando o combate. Vitória 2 x 2.

Aos 47 minutos, o Clube Azul teve a sua última chance, com Willian, que acertou o travessão dos baianos. No entanto, o lance já havia sido anulado, em função da posição de impedimento do atacante.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.