quinta-feira, 10 de Março de 2011 00:00h

Cruzeiro empata com Tupi e perde a chance de assumir liderança no mineiro

Em jogo antecipado da décima rodada, o Cruzeiro não saiu do empate contra o Tupi, jogando em Juiz de Fora. Mesmo jogando com o time titular, a equipe celeste não teve forças para buscar o resultado positivo no interior do estádio.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 13 pontos, mesmo número do líder América-MG, mas perde no saldo de gols. Já o Tupi chega aos 9 e assume provisoriamente a quarta posição, um na frente do Vila Nova-MG.

Na próxima rodada, o time celeste recebe o Democrata, de Governador Valadares, no domingo (13). No mesmo dia, a equipe do interior recebe a Caldense.

O primeiro lance de perigo do jogo aconteceu logo aos 4min, em jogada pela direita entre Rômulo e Montillo, que cruzou a bola para área, mas o arqueiro Rodrigo cortou o cruzamento antes da chegada de Wallyson. Mesmo atuando fora de casa, o Cruzeiro tomou a iniciativa do jogo e exerceu uma forte marcação sobre a equipe adversária.

Mais bem postado em campo, o time celeste tentava chegar ao gol principalmente em jogadas pelos flancos com os velocistas Thiago Ribeiro e Wallyson. Aos 13min, nova chance de marcar para o Cruzeiro, o argentino Montillo arriscou chute cruzado de fora da área e carimbou o travessão do Tupi.

A superioridade técnica da Raposa foi revertida em maior posse de bola da equipe celeste, enquanto o time da Zona da Mata chegava em lances esporádicos. Aos 22min, Marcel aproveitou bobeada da defesa cruzeirense e entrou livre na área, na cara do goleiro Fábio, que operou milagre para salvar o Cruzeiro.

A resposta veio logo em seguida com Thiago Ribeiro, que em sua jogada característica puxou a bola da esquerda para o meio e arrematou com violência, levando perigo a meta do Galo Carijó. Aos 34min, foi a vez do atacante Wallyson tentar abrir o placar para o Cruzeiro, em jogada pela esquerda, ele driblou o marcador e bateu cruzado, mas Rodrigo fez a defesa.

Aos 41min, o zagueiro Paulo Roberto segurou o atacante Wallyson dentro da área, o árbitro Alício Pena Júnior marcou pênalti para o Cruzeiro. Montillo fez a cobrança forte, no meio do gol, mas a bola explodiu no travessão, desperdiçando assim, a melhor chance do primeiro tempo.

O panorama da etapa complementar não foi alterado em relação ao primeiro tempo, os cruzeirenses continuaram a exercer pressão, enquanto o Tupi buscava jogar nos erros da Raposa. Aos 8min, a meta do Tupi só não foi vazada por milagre. Em jogada de Wallyson, a bola ficou se oferecendo dentro da área para os jogadores do Cruzeiro, que não conseguiram a conclusão.

Apesar de jogar melhor, o Cruzeiro errava muitos passes no meio-campo. Na tentativa de corrigir essa falha e melhorar a ligação com o ataque, o técnico Cuca promoveu a entrada do jovem Dudu, no lugar do lateral-direito Rômulo. A mudança não surtiu o efeito desejado, assim como as demais alterações processadas durante o jogo. Dessa forma, o placar final ficou mesmo na igualdade sem gols.

FICHA TÉCNICA
TUPI 0 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora
Data: 09 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (CBF/FMF)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (CBF/FMF) e Jair Albano Félix (CBF/FMF)
Cartões amarelos: (Tupi) Assis, Yan, Paulo Roberto e Claudinho Baiano (Cruzeiro) Leandro Guerreiro, Rômulo, Mauricio Victorino e Thiago Ribeiro

TUPI: Rodrigo; Leonardo (Wesley Ladeira), Paulo Roberto e Fabrício Soares; Felipe Cordeiro, Marcel, Claudinho Baiano (Evandro Teixeira), Michael Cury (Evandro) e Assis; Michael e Yan
Técnico: Leonardo Condé

CRUZEIRO: Fábio; Rômulo (Dudu), Mauricio Victorino, Gil e Everton; Marquinhos Paraná (Farías), Henrique, Leandro Guerreiro e Montillo (André Dias); Wallyson e Thiago Ribeiro
Técnico: Cuca

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.