quinta-feira, 17 de Julho de 2014 08:32h

Cruzeiro está confiante no retorno ao Brasileirão

No recomeço do Campeonato Brasileiro, após a parada para a Copa do Mundo, o Cruzeiro enfrentará nesta quinta-feira, às 21h, no Mineirão, o Vitória, oponente que traz ótimas recordações para a China Azul.

Foi diante da equipe baiana que a Raposa confirmou a conquista do tricampeonato brasileiro no ano passado, ao vencer, em pleno Barradão, o time da casa pelo placar de 3 a 1, em jogo válido pela 34ª rodada do certame, com gols de Willian, Júlio Baptista e Ricardo Goulart.
No mesmo ano, também pelo Brasileirão, o Cruzeiro já havia goleado o Vitória por 5 a 1, no Mineirão, pela 15ª rodada da competição, resultado este que se configurou como o terceiro maior triunfo, em diferença de gols, do time azul sobre o adversário soteropolitano.
Se nos últimos embates entre os clubes a Raposa tem levado vantagem, o mesmo pode se dizer quando se fala do retrospecto geral do duelo. Em toda a história, as equipes se enfrentaram 42 vezes, com 25 vitórias celestes, seis empates e 11 vitórias do time baiano, que fez 50 gols, enquanto que o Maior de Minas marcou 85.
Pelo Campeonato Brasileiro já foram realizadas 30 partidas entre as equipes. O Cruzeiro venceu 18, empatou cinco e perdeu sete, marcando 64 gols e sofrendo 35.
Em Minas Gerais, o histórico frente ao Vitória é ainda mais favorável ao clube celeste. Em 19 jogos, quase todos realizados no Mineirão, com exceção de uma partida de 2010, no estádio Ipantigão, o Cruzeiro acumulou 16 triunfos, um empate e somente duas derrotas, marcando 50 gols e sofrendo apenas 12.

 

 

Marcelo Moreno
O atacante, Marcelo Moreno, se diz preparado para recomeçar o Brasileirão da mesma maneira que encerrou os primeiros noves jogos da competição: com gols e bastante confiança. Artilheiro do campeonato (ao lado de Ricardo Goulart) com cinco gols, o centroavante minimiza os desfalques ofensivos da equipe e mostra otimismo.
Sem Willian (sem contrato), Alisson e Dagoberto (contundidos), Marcelo Moreno espera manter o bom desempenho nesta quinta-feira contra o Vitória, ao lado de Ricardo Goulart e do novato Marquinhos, velho conhecido dos tempos das categorias de base do rubro-negro baiano. “É um grande amigo que tenho, a gente está tentando ajudar ele da melhor maneira possível para que possa ir bem e dar a confiança que merece. Ele está confiante e com muita vontade de jogar”, destacou o atacante celeste.
O Cruzeiro é o líder isolado do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos, e defenderá a posição contra o Vitória, no Mineirão, onde não perdeu nesta temporada. Marcelo Moreno espera mais dificuldades a partir de agora, uma vez que vários clubes aproveitaram o recesso para a Copa do Mundo para se reforçar e treinar. “A gente espera manter o foco que tinha antes da parada da Copa, manter o mesmo ritmo de vitórias, tanto no Mineirão quanto fora. Isso vai ser muito importante para manter o que vinha fazendo. Todo mundo está preparado”, ressaltou.

 

 

 

Confiança
Mesmo sem ter a artilharia como objetivo principal, Moreno não esconde que os gols servem como motivação adicional. Ele tem média de um por partida. “Motiva. Te dá muita confiança. Cinco jogos, cinco gols. Acho que isso motiva qualquer jogador. Com certeza o importante sempre vai ser fazer os gols, ajudar o Cruzeiro, independente de buscar essa artilharia. Sei que sou o nove e tenho função de fazer muito gols. Mas o Cruzeiro é um time que todo mundo faz gols e se ajuda. Isso é que é o importante.”

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.