quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015 11:08h

Cruzeiro estreia na Libertadores

A caminhada do Cruzeiro em busca de seu terceiro título da Libertadores começou na manhã desta terça-feira

A delegação deixou Belo Horizonte e embarcou rumo aos 2.800 metros de altitude de Sucre, na Bolívia, onde enfrentará o Universtario nesta quarta-feira, pela primeira rodada do Grupo 3.
O técnico Marcelo Oliveira relacionou 19 jogadores para a partida sem grandes surpresas. A maior novidade em relação à partida do último fim de semana contra o Boa é a presença do goleiro Fábio, que volta após ser poupado. Se for confirmado como titular, ele se tornará o segundo jogador com mais partidas pelo clube na história, com 610, atrás somente de Zé Carlos, que tem 633.
Se Fábio está de volta, Marcelo Oliveira não poderá contar com cinco atletas por conta de lesões: Mayke, Manoel, Ceará, Gilson e Alisson. Ele deve manter a mesma base que vem sendo titular nos primeiros jogos desta temporada, com Fábio, Fabiano, Paulo André, Léo e Mena, Henrique, Willian Farias, Marquinhos e De Arrascaeta, Willian e Leandro Damião.
O técnico Marcelo Oliveira já pode contar com todos os 13 reforços contratados pelo Cruzeiro na temporada seguinte à do bicampeonato brasileiro. Nesta segunda-feira, os dois últimos jogadores que precisavam ser registrados tiveram seus nomes publicados no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.
Contratado em definitivo, o zagueiro Douglas Grolli assinou até 10 de fevereiro de 2018, em acordo de exatos três anos. O defensor, que estava na Chapecoense, entretanto, está suspenso por três jogos na Libertadores, pena recebida ainda nos tempos de Grêmio, e não pode enfrentar o Universitário, nesta quarta-feira, em Sucre.
O meia Gabriel Xavier também assinou por três anos e fica na Toca da Raposa até o dia 13 de fevereiro de 2018. O jogador havia rescindido com a Portuguesa, clube pelo qual foi formado e onde estava com os salários atrasados.
O centroavante do Cruzeiro Leandro Damião vive uma fase excelente com a camisa estrelada. O atleta, que marcou dois gols na vitória sobre o Boa Esporte no sábado, atuou em cinco partidas pelo Maior de Minas e os números do goleador impressionam neste começo de temporada. Foram quatro gols e quatro assistências.
O jogador sabe que não poderá relaxar na função, já que o Clube possui um grande elenco e reservas que estão à altura do camisa 9. “É sempre bom estar fazendo gols. Mas não adianta parar por aí. A concorrência é grande, tem muitos jogadores nessa função. É desempenhar melhor papel possível dando passe, ajudando na marcação. Espero que dê sequência e possa continuar nesta fase. Meu papel é ajudar a equipe. Nesse último jogo quase não joguei, fiz um teste para estar em campo. Joguei com um pouco de dor, me esforcei ao máximo”, disse o artilheiro do Mineiro.
Sobre a estreia na Libertadores, na quarta-feira, às 22h, em Sucre-BOL, contra o Universitário de Sucre, Damião pensa que o time pode conseguir um excelente resultado, mesmo sabendo das dificuldades que o Cruzeiro irá encontrar, como a altitude de quase 3 mil metros e o adversário boliviano, que promete endurecer a partida.
“É libertadores. A gente tem visto os jogos das equipes e dá para ver que está sendo difícil. Lá em Sucre vai ser muito competitivo. Temos que mudar um pouco. Vai ser um jogo com pegada e tem que ser competitivo para chegar à vitória. O jogador sente muito, já os jogadores da Bolívia têm facilidade de jogar lá. Não cheguei a jogar em Sucre, mas a altitude pega um pouco, espero que a gente possa suportar. Nossa equipe está bem fisicamente, espero que possamos começar bem com vitória e começar com gol logo cedo", completou o goleador celeste.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.