segunda-feira, 11 de Novembro de 2013 06:56h

Cruzeiro faz 3 x 0 no Grêmio e se aproxima de vez do tricampeonato

Com mais uma grande atuação, o melhor time do país não tomou conhecimento do Grêmio, venceu o adversário por 3 x 0, na tarde deste domingo, no Mineirão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro e se aproximou ainda mais do terceiro título da competição na

Com mais uma grande atuação, o melhor time do país não tomou conhecimento do Grêmio, venceu o adversário por 3 x 0, na tarde deste domingo, no Mineirão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro e se aproximou ainda mais do terceiro título da competição nacional.

 

Borges, Willian e Ricardo Goulart marcaram os gols da Raposa, que fez a sua parte dentro de campo e só não garantiu matematicamente o título do Brasileirão porque o Atlético-PR venceu o São Paulo pelo mesmo placar e adiou a conquista cinco estrelas.

 

O time mineiro manteve 13 pontos de vantagem na liderança do campeonato, restando cinco rodadas para o término do torneio, e garante o título se vencer o Vitória, na próxima quarta-feira, às 21h50, no Barradão, em Salvador, independentemente do resultado do jogo do Atlético-PR, que enfrenta o Criciúma, fora de casa, no estádio Heriberto Hulse. Pode até empatar ou perder, desde que o time paranaense não vença a partida em Santa Catarina.

 

A China Azul lotou o Mineirão - 56.864 pagantes -, colorindo o estádio todo de azul e branco, e fez uma sensacional festa após a 22ª vitória da Raposa no Brasileirão, retribuindo o que os Guerreiros dos Gramados fizeram durante toda a temporada, que já ficou marcada na história do maior, mais vitorioso e popular clube de futebol do estado de Minas Gerais.

 

O jogo

 

Em busca de mais uma das várias importantes conquistas da história do Clube, o Cruzeiro pressionou o adversário desde o início da partida e, com o tradicional intenso ritmo de jogo, comandou completamente as ações.

 

O bombardeio celeste começou com uma falta cobrada por Lucas Silva, que saiu, com muito perigo, à esquerda do gol de Dida. Pouco tempo depois, Egídio recebeu passe de Everton Ribeiro e chutou cruzado, para fora.

 

Novamente titular do time celeste, Dagoberto tentou de fora da área, mas a bola desviou em Souza e saiu à linha de fundo. Já o meia Everton Ribeiro, com mais uma grande atuação, chutou de longe e Borges tentou desviar para o gol, mas a bola saiu à linha de fundo.

 

Aos 33, a Raposa finalmente abriu o marcador, através do atacante Borges. Em uma jogada de puro oportunismo, dentro da área, pelo alto, o artilheiro finalizou de canela, sem chance alguma para Dida. Cruzeiro 1 x 0.



O Grêmio, que via sua vaga à Libertadores no próximo ano ficar bastante ameaçada, teve que se abrir e deu trabalho ao goleiro Fábio, que fez duas importantes defesas consecutivas, em chutes dos zagueiros Rhodolfo e Werley.

 

Tranquilidade

 

Animada com o lance nos últimos instantes do primeiro tempo, a equipe de Porto Alegre iniciou a etapa final com uma postura mais ofensiva, se mandou para o ataque e só não empatou por causa de três grandes defesas do goleiro Fábio, em chutes de Kléber, Barcos e Yuri.

O time gaúcho ainda acertou a trave, em uma finalização do argentino Barcos. Já o Cruzeiro, além de segurar o ímpeto gremista, encontrou mais espaços para jogar e fez o segundo, aos 33, com Willian, após lateral cobrado por Ceará, que Júlio Baptista ajeitou de cabeça para o atacante do bigode ampliar. Cruzeiro 2 x 0.

Aos 40, a grande atuação da Raposa foi completada com mais um gol, desta vez marcado pelo meia Ricardo Goulart, após falta cobrada por Willian. Cruzeiro 3 x 0 e mais uma grande festa da China Azul no Mineirão lotado, que contou ainda com a comemoração de todos os jogadores logo após o término da partida.

 

 

CRUZEIRO 3 X 0 GRÊMIO

 

Motivo: 33ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 10/11/13 (domingo)
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Wilson Luiz Seneme-SP (FIFA)
Público: 56.864 pagantes
Renda: R$ 5.231.711,00
Gols: Borges, aos 33 min. do 1º tempo; Willian, aos 33 min., e Ricardo Goulart, aos 40 min. do 2º tempo

Cruzeiro
Fábio; Ceará, Dedé, Léo e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Everton Ribeiro (Luan) e Ricardo Goulart; Dagoberto (Willian) e Borges (Júlio Baptista)
Técnico: Marcelo Oliveira

Grêmio
Dida; Bressan, Rhodolfo e Werley; Pará, Souza, Ramiro, Riveros (Maxi Rodrigues) e Alex Telles; Kleber (Yuri) e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

Cartões amarelos: Ramiro e Kleber (Grêmio); Everton Ribeiro, Ceará e Léo (Cruzeiro)


Fonte: Cruzeiro.com.br

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.