sábado, 11 de Abril de 2015 02:59h

Cruzeiro faz o clássico fora de casa

Se o desempenho do Cruzeiro no Gigante da Pampulha anda decepcionando neste ano, o mesmo não se pode dizer quando o time deixa os seus domínios

A última derrota do time celeste fora de casa em jogos oficiais aconteceu há cinco meses, justamente para o Atlético, no Horto, no primeiro jogo da final da Copa do Brasil de 2014.
Desde então, foram onze partidas entre Campeonato Brasileiro, Mineiro e Libertadores. Todas sem decepção da torcida: nove vitórias e dois empates. Em janeiro, a Raposa perdeu para o Londrina por 1 a 0, no interior do Paraná, mas o duelo era amistoso.
Apesar de nunca ter vencido o Atlético no novo Independência – são oito jogos, com três empates e cinco derrotas –, o volante Henrique acredita que o tabu pode cair neste domingo, lembrando que o Cruzeiro também ficou muito tempo sem perder para o rival entre 2007 e 2009: foram 12 duelos invicto. “É claro que já são alguns jogos que a gente não vence, mas o futebol vive de momentos. Quando cheguei aqui, em 2009, nós também não perdíamos para eles. Futebol é assim, daqui a pouco a gente vence. Domingo temos essa oportunidade e vamos em busca disso para que esse tabu no Independência seja quebrado”, afirmou.
Como terminou à frente do Atlético na primeira fase do Estadual, o Cruzeiro joga por dois resultados iguais – dois empates ou uma vitória e uma derrota pelo mesmo placar – para avançar à final e eliminar o arquirrival na semifinal pela terceira vez seguida, repetindo os feitos de 2005 e 2006.
Passado a boa vitória sobre o Mineros de Guayana pela Copa Libertadores, o Cruzeiro voltou a treinar na tarde desta quinta-feira, visando a preparação para a semifinal do estadual, contra o Atlético-MG. O volante Henrique garantiu que os companheiros estão totalmente focados na partida do próximo domingo.
Para o camisa 8 da Raposa, o triunfo da Libertadores trouxe a confiança de volta aos jogadores. "Esse é o jogo importante para todos, todo mundo gosta de atuar nesse jogo. Tem todo o histórico de clássico, difícil, semifinal, jogo importante. Fizemos nosso trabalho, o dever de casa, com um bom futebol demonstrado e vencemos. É importante para que a gente vá confiante para o clássico", declarou Henrique.
O volante do Maior de Minas reconhece a dificuldade de enfrentar o rival, mas julga o Cruzeiro com totais condições de vencer a partida no estádio Independência. Henrique pede aos companheiros atenção redobrada e muita vontade, porque só assim a vitória vem para o lado azul. "Concentração 100%, vontade tem que ser redobrada, estar sempre atento, esses jogos são decididos nos detalhes. Todos os aspectos que o jogador tem na partida ele tem que redobrar o máximo possível, porque é um jogo muito importante. Temos que estar sempre atentos e com a vontade no máximo, porque só assim podemos vencer essas partidas", finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.