sexta-feira, 7 de Março de 2014 04:56h Atualizado em 7 de Março de 2014 às 04:58h.

Cruzeiro goleia mesmo com time reserva

O Cruzeiro foi a Muriaé com a equipe reserva e conseguiu uma boa vitória por 4x1 sobre o Nacional.

Garantiu a primeira colocação no geral e terá vantagem nas semifinais; já o adversário tem a missão ainda de se livrar da zona dos rebaixados.
No primeiro gol o garoto Élber deixa zagueiro Américo na saudade, invade a área e cruza para trás, Iuri Oliveira tenta cortar e marca contra. Em rápido contra-ataque, Willian aproveita cruzamento de Élber e completa para o gol; João Carlos dá rebote para o meio da área e Marlone não perdoa e faz 2x0. Mesmo com os reservas, o Cruzeiro é muito superior e vence com facilidade o adversário, que não consegue passar do meio de campo.
No segundo tempo Élber aciona Willian na área, que bate forte e, desta vez, o goleirão João Carlos não consegue defender. O Nacional descontou com Patrick em cobrança falta de longe e solta um foguete, a bola desvia na zaga e engana o goleiro Elisson. Árbitro pega um empurrão em cima de Souza dentro da área, e marca a penalidade máxima a favor do Cruzeiro. O mesmo Souza bate o pênalti com muita tranquilidade, desloca o goleiro adversário e faz o quarto da Raposa. Já no final da partida Júnior Lemos faz fila na defesa cruzeirense e toca para Luizão, atacante demora muito para finalizar e Elisson sai bem do gol para matar a jogada.
Para este jogo, o único jogador do Cruzeiro que obrigatoriamente está fora é o zagueiro Dedé, que recebeu o terceiro cartão amarelo.Ajustificativa do técnico Marcelo Oliveira entrar em campo com os reservas é o calendário apertado do primeiro semestre, quando disputa simultaneamente o Estadual e a Libertadores.
No DM do clube celeste estão quatro jogadores, o zagueiro Vilson, o meia Júlio Baptista e os atacantes Martinuccio e Borges.
Recém contratado pelo diretoria cinco estrelas junto ao Coritiba, o volante Willian Farias fez a sua estreia com a camisa celeste nesta quarta-feira, na goleada do Cruzeiro por 4 a 1 sobre o Nacional, de Muriaé-MG. O camisa 33 destacou bom resultado obtido em sua primeira partida pela Raposa e salientou a necessidade de aprimorar o seu condicionamento físico. “Ainda não estou na minha forma ideal, (falta) ritmo de jogo. Acabou sendo a minha estreia, mas o mais importante era o time vencer”, afirmou. “Tenho que trabalhar dia a dia, a minha sequência vai depender do futuro. Meu pensamento é trabalhar forte”, reforçou o jogador, que antes de chegar à Toca da Raposa, havia feita apenas uma única partida pelo seu clube anterior na atual temporada.
O armador Marlone desencantou com o manto estrelado nesta quarta-feira. O camisa 23 comemorou bastante o gol, após passar algumas partidas perseguindo o primeiro tento pelo Maior de Minas. “A gente fica muito emocionado. Já vinha batendo na trave há muitos dias, mas é só agradecer primeiramente a Deus e ao grupo, que vem me ajudando. O Cruzeiro está de parabéns e todo o grupo também”, destacou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.