segunda-feira, 26 de Setembro de 2016 17:37h Cruzeiro

Cruzeiro joga bem, sai na frente, mas é derrotado pelo Flamengo

O Cruzeiro teve mais uma vez um bom desempenho fora de casa, saiu na frente no marcador, teve chances para ampliar, mas acabou levando a virada e saiu de campo derrotado pelo Flamengo por 2 a 1, na tarde deste domingo, no estádio Kléber Andrade, em Cariacica-ES, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Rafinha fez o gol da Raposa, que volta a campo contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians, no primeiro jogo entre as duas equipes pelas quartas de final da Copa do Brasil. A partida de volta está marcada para três semanas depois, dia 19 de outubro, desta vez no Mineirão.

O jogo

O Cruzeiro começou melhor na partida, com mais posse de bola, procurando sempre o ataque, enquanto o Flamengo tinha dificuldades de marcação no meio-campo e tentava surpreender nos contra-ataques.

Após os quinze minutos iniciais, o jogo ficou equilibrado e o Flamengo passou a se arriscar mais na frente. O peruano Guerrero finalizou duas vezes dentro da área, a segunda delas de bicicleta, e o goleiro Rafael fez grande defesas.

Aos 29 minutos, o uruguaio De Arrascaeta recebeu passe na intermediária e chutou colocado, no canto direito de Alex Muralha, que fez excelente intervenção, evitando o gol celeste. O time mandante respondeu rapidamente com um cabeceio de Diego, que Rafael segurou mais uma vez.

Com uma entorse no tornozelo esquerdo, Lucas Romero teve que sair de campo aos 42 minutos para a entrada de Ariel Cabral. Nos instantes finais do primeiro tempo, Rafael Sobis cobrou escanteio pela esquerda, Henrique se antecipou à marcação e cabeceou para o gol, mas o volante Marcio Araújo tirou a bola em cima da linha.



Castigo

O Flamengo iniciou o segundo tempo com uma postura mais ofensiva, partindo para o ataque e o Cruzeiro, com forte marcação no meio de campo, evitava a criação das jogadas do adversário e buscava espaços para tentar abrir o marcador.

Logo no primeiro minuto, Everton recebeu passe de Diego, chutou colocado e Rafael segurou firme. Pouco tempo depois Pará cruzou pela direita e Everton cabeceou acima do gol der Rafael.

Aos 18, o auxiliar técnico Sidnei Lobo, que comandou o Cruzeiro do banco de reservas, já que o técnico Mano Menezes estava suspenso, fez a segunda substituição no Cruzeiro, colocando Rafinha no lugar de De Arrascaeta.

Com as ações equilibradas dentro de campo e administrando muito bem a partida, a Raposa passou a oferecer muito perigo nos contra-ataques e abriu o marcador aos 29 minutos, com Rafinha. O meia recebeu passe de Robinho, passou por Rever e Pará e, da entrada da área, chutou no canto esquerdo de Muralha, sem chance alguma para o goleiro da seleção brasileira. Um golaço. Cruzeiro bonito na frente: 1 a 0.

Atrás no marcador, o Flamengo se mandou todo para frente, na tentativa de evitar a derrota. Teve chances em chute de Mancuello, da entrada da área, que saiu à direita do gol de Rafael, e cabeceio de Willian Arão, que Rafael defendeu.

Aos 37, Elber entrou no lugar de Rafael Sobis, na última mexida no Cruzeiro. Mas, dois minutos depois, o atacante Guerrero empatou, após chute de fora da área, que resvalou em Bruno Rodrigo e tirou Rafael do lance. 1 a1.

A partir daí, o jogo ficou extremamente aberto, com as duas equipes buscando a vitória. Aos 40, o argentino Ramon Abila só não marcou o segundo do Cruzeiro por causa de grande defesa de Muralha. Na sequência, o mesmo Abila recebeu passe açucarado de Rafinha dentro da área, mas finalizou acima do gol.

O castigo veio aos 44, com Alan Patrick tocando para Mancuello, que chutou colocado, no canto esquerdo de Rafael, garantindo a vitória do Flamengo, em um jogo em que a Raposa teve muitas oportunidades para sair vencedora.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.