segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011 00:00h

Cruzeiro mantém embalo da Libertadores e quebra invencibilidade do América-TO

O Cruzeiro pisou no gramado da Arena do Dragão neste sábado (26), com dois objetivos: vencer, para dividir a liderança com o Atlético-MG, e derrubar a invencibilidade do América-TO. Conseguiu ambos: 2 a 1.

O resultado levou a equipe do técnico Cuca aos 12 pontos na classificação do Campeonato Mineiro, o que a coloca ao lado do rival Atlético-MG, que soma 12 e entra em campo no domingo (27), para encarar o América-MG.

A partida foi bastante movimentada e, em alguns momentos, disputada com mais rispidez, o que rendeu sete cartões amarelos e um vermelho para os atletas.

O Cruzeiro tomou a iniciativa do confronto e passou todo o primeiro tempo buscando o gol, que acabou saindo apenas quando o intervalo estava próximo, aos 42min, com Wallyson, que recebeu lançamento de Montillo e tocou na saída de Fábio Noronha.

O América-TO voltou para o segundo tempo disposto a não deixar a invencibilidade cair por terra e chegou ao empate aos 13min, quando Jonatas Obina ganhou a disputa com o goleiro Fábio e deixou tudo igual.

Cuca mexeu no time para tentar deixar o Cruzeiro mais ofensivo e chegar à vitória. Acabou sendo premiado nos acréscimos, com um gol contra de Rodrigo Sena, quando ninguém mais acreditava na conquista dos três pontos, principalmente após o América-TO ter um gol anulado de Rogério Ávila.

AMÉRICA-TO 1 X 2 CRUZEIRO

Local: estádio Arena do Dragão, em Teófilo Otoni (MG)
Data: 26 de fevereiro de 2011, sábado
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Assistentes: Márcio Eustáquio Souza Santiago e Celso Luiz da Silva
Cartões amarelos: Luis Henrique, Osvaldir, Luizinho e Bruno Barros (América), Pablo, Victorino, Montillo e Gil (Cruzeiro)
Cartões vermelhos: Wellington Bruno (América)

GOLS:

AMÉRICA-TO: Jonatas Obina, aos 13min do segundo tempo
CRUZEIRO: Wallyson, aos 42 min do primeiro tempo, Rodrigo Sena (contra), aos 47min do segundo tempo

AMÉRICA-TO: Fábio Noronha; Luis Henrique, Júnior Pereira (Chrys, depois Rodrigo Sena), Jadson e Osvaldir; Luizinho, Felipe Dias, Wellington Bruno e Bruno Barros; Rogério Ávila e Jonatas Obina (Diego Alves)
Técnico: Gilmar Estevam

CRUZEIRO: Fábio; Pablo, Gil, Victorino e Diego Renan (Farias); Marquinhos Paraná, Henrique, Roger (Everton) e Montillo; Wallyson e Wellington Paulista (Thiago Ribeiro)
Técnico: Cuca

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.