terça-feira, 23 de Abril de 2013 09:41h Atualizado em 23 de Abril de 2013 às 09:47h. Luciano Eurides

Cruzeiro mantem invencibilidade

O primeiro jogo será disputado no próximo final de semana, com local, data e horário ainda a serem definidos pela Federação Mineira de Futebol.

Mesmo jogando com um time misto e com a primeira colocação da primeira fase assegurada, o Cruzeiro fez o dever de casa, não tomou conhecimento do Tupi e derrotou o adversário por 2 x 0, na tarde deste domingo (21), no Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, pela 11ª e última rodada do Campeonato Mineiro.


Com a vitória, a 12ª em 13 jogos na temporada, o Cruzeiro, único time invicto do país entre todas as 60 equipes que estão nas Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro, aumentou ainda mais o aproveitamento em 2013 e conquistou nada menos que 95% dos pontos que disputou até agora.
Dagoberto e Borges marcaram os gols do triunfo da equipe cinco estrelas, que foi a 31 pontos na classificação do Mineiro, em 33 possíveis, e terminou a fase com quatro pontos a mais que o segundo colocado.


Time de melhor campanha, ataque e defesa do Campeonato Mineiro, além de contar ainda com o artilheiro da competição, o Cruzeiro segue firme rumo ao título estadual e terá como adversário na semifinal, o Villa Nova, quarto colocado.


O primeiro jogo será disputado no próximo final de semana, com local, data e horário ainda a serem definidos pela Federação Mineira de Futebol. O confronto de volta acontecerá no Mineirão, dia 8 de maio, quarta-feira.


Como teve a melhor campanha de toda a competição, a Raposa terá a vantagem de jogar por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols e fazer a segunda partida como mandante na semifinal e, caso se classifique, também na decisão.


O time de Marcelo Oliveira marcou nada menos que 31 gols no Mineiro, média de 2,8 gols por partida, sofreu 9 gols, média de 0,8 por jogo, e tem um dos principais goleadores do torneio, o atacante Borges, que marcou sete gols até agora, juntamente com Júnior Negão, do Tombense.
Mas, para o primeiro duelo contra o Villa Nova, o Cruzeiro não poderá contar com o artilheiro Borges, que recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória deste domingo (21) sobre o Tupi e terá de cumprir suspensão automática.


Em compensação, o Cruzeiro poderá ter pelo menos seis reforços, o goleiro Fábio, o lateral-direito Ceará, o lateral-esquerdo Everton, o volante Leandro Guerreiro e os meias Everton Ribeiro e Ricardo Goulart, que não enfrentaram o Tupi, neste domingo (21).


Everton e Everton Ribeiro cumpriram suspensão automática na partida em Juiz de Fora e Fábio, Guerreiro e Goulart foram preservados da partida contra o Tupi pelo técnico Marcelo Oliveira. Ceará ficou no banco de reservas, mas não foi utilizado durante a partida.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.