segunda-feira, 2 de Maio de 2011 16:14h Luciano Eurides

Cruzeiro mostra força do elenco ao golear América-TO

Após a goleada de 5 x 1 que o Cruzeiro aplicou sobre o América-TO neste domingo, o técnico Cuca fez sua análise da partida que confirmou a Raposa na grande final do Campeonato Mineiro. O comandante estrelado enalteceu a força do grupo azul e branco e se mostrou satisfeito com a atuação dos atletas suplentes, que mesmo sem sequência de jogos, tiveram uma atuação louvável e fizeram a Raposa emplacar 11 triunfos consecutivos em 2011. O time celeste vai enfrentar o Atlético-MG na decisão.


A Raposa terminou a semifinal com o placar geral de 13 x 2, construído em duas goleadas: 8 x 1 em Teófilo Otoni, no jogo de ida no sábado passado, e 5 x 1 na Arena do Jacaré,  neste domingo, na partida de volta da semifinal. Mesmo com dois placares elásticos, Cuca pondera que o Cruzeiro precisou ser firme e superar os obstáculos para avançar de fase. “Eu não entendo que os jogos tenham sido fáceis, estamos envolvidos em duas competições e já temos a Libertadores na sequência. Não foi nada fácil”, disse o treinador celeste, que enalteceu o crescimento do time na segunda etapa de jogo.  “O segundo tempo foi melhor, conduzimos a bola de maneira mais certa, no geral a equipe toda jogou bem, cada um na sua função, tivemos um momento ruim no fim do primeiro tempo, não conseguimos encaixar”, completou.


Mais uma goleada, que marcou a 11ª vitória seguida do time cinco estrelas na temporada, foi comentada por Cuca. Ele afirmou que o objetivo do Cruzeiro neste domingo era vencer, sem mirar um placar largo. O comandante frisa a chance que teve de poder preservar alguns atletas, tendo em vista a movimentada sequência de jogos decisivos que a Raposa vem enfrentando.   “O bom de tudo isso é que a gente cumpriu a nossa função de uma forma boa. A gente não esperava vir aqui e golear. Viemos jogar bem. E o placar fica secundário ao se jogar bem. Mas nós jogamos bem, vencemos de 5 x 1 e deu para equilibrar o grupo em termos de descanso e cansaço. Quem estava mais cansado, descansou. Quem jogou menos, jogou um pouco mais hoje. Deu para dar uma equilibrada boa. A gente vai estar inteiro para quarta-feira”, observou.


Além de ter conquistado a 11ª vitória consecutiva na temporada, o Cruzeiro alcançou a marca de 17 partidas de invencibilidade em 2011. Aliás, este ano tem sido espetacular para a equipe estrelada, em 21 jogos disputados até aqui, foram 17 triunfos, dois empates e apenas um revés, aproveitamento de 84,12%. O ataque celeste marcou 64 gols (média de 3,04 por jogo) no ano e sofreu apenas 12 (média de 0,57), saldo de 52.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.