terça-feira, 12 de Agosto de 2014 09:13h

Cruzeiro na bronca com a arbitragem

O trio de arbitragem que anulou dois gols do Cruzeiro no empate com o Criciúma, neste sábado, em Santa Catarina, causou revolta nos jogadores e na diretoria celeste.

Após a partida, o gerente de futebol, Valdir Barbosa, acusou o baiano Jaílson Macedo Freitas de favorecer o time da casa e prometeu que o clube vai enviar um protesto à comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
”Essa arbitragem foi uma das mais prejudiciais dos últimos tempos. Perder dois gols em uma só partida é uma coisa absurda, é terrível. Perdemos três pontos e foi tudo jogado nas costas do senhor Jailson. Além dos gols anulados erroneamente, um em cada tempo, houve inversão de faltas em um número muito alto”, disparou.
“Ele foi extremamente caseiro. O Cruzeiro vai formalizar junto à comissão nacional de arbitragem uma reclamação oficial. Isso não se pode acontecer. Prefiro pensar que é falta de qualidade do árbitro. O bandeira também teve participação direta. Se o trio não consegue atuar bem, é falta de qualidade”, completou.
Por fim, o gerente de futebol lembrou que os dois pontos perdidos em Criciúma podem fazer falta na disputa pelo título. “Em um campeonato tão importante, em um jogo do líder da competição, ter dois gols anulados da forma que foram é absurdo. No final, isso pode pesar muito”, finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.