sexta-feira, 21 de Outubro de 2011 12:06h Luciano Eurides

Cruzeiro não pode mais vacilar

Para assegurar a vitória no jogo de domingo, contra o Atlético-GO, o goleiro Fábio vem se dedicando aos treinamentos, mas também em examinar o próximo adversário do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. O ídolo celeste quer saber todos os caminhos para superar o oponente no duelo que será travado a partir de 18h, na Arena do Jacaré, pela 31ª rodada da competição nacional.


Fábio, que analisou os jogos do Atlético-GO, prevê uma partida difícil, mas frisa que o Cruzeiro está determinado a superar os obstáculos e vencer. “Já tive a oportunidade de ver alguns jogos, é uma equipe que está bastante entrosada. Os jogadores estão muito bem no conjunto, então será um jogo mais difícil, porque eles virão com a tranquilidade por terem uma pontuação muito boa e brigando para alcançar lugares melhores na tabela. Se torna mais difícil para nós, mas não temos outra opção a não ser passar por cima das dificuldades e vencer, porque é o que nos resta e o que precisamos nesse jogo”, analisou.


O camisa 1 tem consciência da importância de se vencer o Atlético-GO e, portanto, ele opina que o Cruzeiro tem que fazer valer o mando de campo. Fábio fez questão de destacar o crescimento do time celeste após a chegada do técnico Vágner Mancini. Se a vitória ainda não aconteceu, ao menos, a equipe mostrou poder de reação e voltou a ser competitiva. “Tivemos uma evolução com a chegada do Mancini, infelizmente não conseguimos a vitória ainda, mas foi um ganho muito bom, a equipe mostrou reação, que tem condições de jogar melhor e o Mancini vem trabalhando isso muito forte dentro dos treinamentos. É o jogo da temporada, porque dependemos dos nossos resultados. É o jogo mais importante que temos, como era o do Corinthians e não conseguimos ganhar, mas as outras partidas nos ajudaram e agora teremos a oportunidade de jogar em casa e precisamos vencer para almejar outras coisas e ter mais tranqüilidade”, comentou.


O técnico Vágner Mancini terá uma dor de cabeça a mais para escalar o Cruzeiro nos próximos dias. O volante Charles sofreu um estiramento grau 1 na coxa direita e desfalcará o time por 10 a 15 dias.O jogador sentiu uma ‘fisgada’ no local, nessa quarta-feira, e um exame de ressonância magnética apontou a lesão.

 

 

Charles é a segunda baixa da semana por lesão. O volante Everton sofreu um estiramento grau 2 no ligamento colateral no joelho esquerdo e ficará longe dos gramados por 45 dias. A tendência é que Everton só volte ao time em 2012.


Quanto mais público na Arena do Jacaré em jogos do Cruzeiro maior tem sido a decepção dos celestes neste Campeonato Brasileiro. A Raposa não tem conseguido lidar com a pressão dos torcedores, que ficam próximo ao campo, devido a arquitetura do local, e podem transmitir com mais veemência a sua ira no estádio setelagoano


Para se ter uma ideia, nos cinco melhores públicos cruzeirenses na Arena, a Raposa conseguiu apenas uma vitória – contra o Grêmio, 2 a 0, sob os olhares de 10.652 presentes. Nos outros quatro confrontos, são duas derrotas – Corinthians e Flamengo (nos dois maiores públicos da Raposa no estádio) - e dois empates – São Paulo e Palmeiras. Acostumado às vitórias e a disputa pela ponta da tabela nos últimos anos, o torcedor celeste tem demonstrado impaciência com o time. Jogadores têm sido vaiados, rotineiramente, ainda no primeiro tempo, após alguns erros de passes ou decisões equivocadas. Everton, Keirrison, Vitor e os técnicos Cuca e Joel Santana são alguns que já sofreram com a ira da torcida nessa temporada.
Anselmo Ramon considera que a força da torcida tem sido maior nos últimos jogos, com a evolução no futebol apresentado pelo Cruzeiro. “A torcida vem apoiando, todos nos incentivando. Estamos fazendo bons jogos e eles estão vendo isso. Agora, temos que fazer nossa parte e dar alegria a eles”, salientou.


Visando a massiva presença de sua torcida na Arena do Jacaré, a diretoria do Cruzeiro manteve o preço dos ingressos em R$ 5,00 para os portões 1 e 2. Portão 4 e torcida visitante o valor é R$ 40,00. Meia-entrada é válida para estudantes, menores de 12 e maiores de 60 anos.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.