terça-feira, 1 de Novembro de 2011 13:49h Atualizado em 1 de Novembro de 2011 às 13:51h. Luciano Eurides

Cruzeiro perde e muda planos para o restante da competição

Faltando seis rodadas para o final do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tem pela frente quatro confrontos diretos. Nas quatro últimas rodadas, a equipe encara Avaí (fora), Atlético-PR (casa), Ceará (fora) e Atlético (casa). Antes disso, o time ainda enfrenta o Flamengo (fora) e o Internacional (casa). No sábado, o Cruzeiro foi ao Rio de Janeiro e perdeu por 1 a 0 para o Botafogo, no Engenhão. No próximo domingo, o time volta à cidade carioca para encarar o Flamengo.


De acordo com os cálculos dos matemáticos, para afastar qualquer risco de queda, é preciso chegar aos 43 pontos. Atualmente, o Cruzeiro soma 34. Ou seja, ainda precisa de mais três vitórias para se garantir na elite do futebol brasileiro.


Se dá para tirar alguma coisa de positivo após uma derrota, o Cruzeiro tira, da partida contra o Botafogo, a postura adotada pela equipe no primeiro tempo do jogo disputado no sábado, no Engenhão. A equipe cruzeirense chegou a dominar as ações, criou algumas chances e mostrou que vem ganhando entrosamento. Tanto é que, mesmo contra um adversário que briga pelo título do Campeonato Brasileiro e detém um bom aproveitamento jogando em casa, a Raposa não se deixou dominar facilmente. "O jogo foi equilibrado. O Botafogo tinha uma tendência de sair um pouco mais, mas o Cruzeiro também teve um bom primeiro tempo, criou algumas oportunidades. Um jogo que a gente sabia que seria decidido nos detalhes. Quem aproveitasse melhor para finalizar. E eles tiveram essa oportunidade, em uma jogada rápida pela esquerda, um cruzamento muito bem feito, e a especialidade do Loco Abreu, que é muito forte nessa jogada e foi muito feliz", disse Fábio.


Questionado sobre o próximo adversário, o Flamengo, outra equipe que luta pelo título do Brasileirão, o capitão cruzeirense lembrou que a Raposa está acostumada a enfrentar grandes e equipes e, mais do que isso, vencer esse tipo de jogos. Por isso, a expectativa de pontuar no próximo domingo, novamente em partida que será disputada no Engenhão, segue viva. "Isso aí é indiferente. O Cruzeiro é acostumado a jogar contra essas equipes. Tanto pode vencer em casa quanto fora, e vice-versa. Vai ser mais um jogo difícil, mas temos totais condições de sair com um belo resultado, como já fizemos outras vezes, Jogando aqui no Rio, já conseguimos bons resultados, principalmente contra o Flamengo".


Fábio concordou com o técnico Vágner Mancini que, da derrota para o Botafogo, tira de positivo a evolução do Cruzeiro. "Contando da chegada do Mancini, a evolução foi muito boa e, felizmente, mesmo na derrota, a gente pode tirar coisas boas, como foi contra o Botafogo, para que a gente possa vencer o Flamengo. Vamos trabalhar durante a semana e, se Deus quiser, vencer e ficar longe da zona de rebaixamento".


O camisa 1 afirmou que os jogadores do Cruzeiro pensam em fazer a parte deles, para não depender de resultados de outras equipes. "A gente tem que ganhar, sempre. Mas sabemos das dificuldades, cada um tem os seus objetivos, então, os jogos se tornam mais difíceis ainda. Mas o nosso pensamento agora é de sempre vencer, e não ficar dependendo dos resultados das equipes que estão na zona de rebaixamento".

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.