terça-feira, 12 de Maio de 2015 11:21h

Cruzeiro perde na estreia do Brasileirão. Foco na Libertadores

O técnico Marcelo Oliveira avaliou que erros técnicos, no último passe e nas finalizações

O técnico Marcelo Oliveira avaliou que erros técnicos, no último passe e nas finalizações, acabaram sendo determinantes para que o Cruzeiro fosse derrotado pelo Corinthians por 1 a 0, no domingo, na Arena Pantanal, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.
Além disso, avaliou que o confronto foi equilibrado, mesmo reconhecendo que o nível técnico do duelo foi baixo, ainda mais que os times não atuaram com a força máxima. "No meu modo de ver foi um jogo muito equilibrado por dois times que vieram mesclados. Isso tornou o jogo sem grandes oportunidades no primeiro tempo, com muita marcação e o Corinthians com um jogo característico de jogar e fizeram muito bem no segundo tempo que é voltar o time todo, congestionar a área defensiva e fazer contra-ataques. Achei que o Cruzeiro melhorou no segundo tempo, criou algumas oportunidades e infelizmente pecou na parte técnica, na última jogada e no último passe", analisou Marcelo.
Após a derrota na estreia no Brasileirão, o Cruzeiro concentra as suas atenções para o jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores contra o São Paulo, amanhã, no Mineirão. O time precisa reverter a vantagem do adversário, que venceu o primeiro duelo por 1 a 0, e agora Marcelo avalia a melhor formação, especialmente no setor ofensivo. "Vou observar o descanso dessa equipe até na próxima quarta-feira [amanhã] e formar o time que possa ser defensivamente equilibrado e que possa ter um apelo defensivo maior com um pouco mais de inspiração, um pouco mais de boa técnica para que chegue com perigo até o gol do São Paulo. Precisamos ganhar força para quarta-feira [amanhã] e reverter este placar na Libertadores", comentou.
O São Paulo começou a partida contra o Flamengo, domingo, no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, com Boschilia e Luis Fabiano escalados no ataque. Alexandre Pato entrou durante a partida e Centurión se recupera de uma virose, mas deve ter condições de atuar nesta quarta, contra o Cruzeiro. Assim, está aberta uma disputa no ataque. E o técnico Milton Cruz faz mistério sobre quem vai atuar.  "Tenho uma maneira de pensar. O jogo será difícil contra o Cruzeiro e vou ver o que é melhor para o São Paulo. Vamos estudar uma maneira de jogar e escolher o jogador. Tenho na minha cabeça e não é porque fez o gol que vai jogar", disse o treinador, dando a entender que Luis Fabiano pode começar no banco de reservas.
Tudo depende da condição física de Centurión. Ele se recupera de uma virose e ainda não é certo que chegará 100% bem fisicamente na partida. "Ele tem chance. O restante, a gente vai conversar. Um dia joga um, outro dia joga outro. Todo mundo está empenhado e unido para me ajudar" comentou o treinador.
Em relação a Luis Fabiano, Milton fez questão de ressaltar a qualidade do jogador, a quem o considera amigo. "Sou suspeito para falar, porque joguei nessa posição e conheço bem o Luis Fabiano e sua posição, até porque jogava na mesma posição e tinha um jeito como o dele, de querer sempre a bola. O Luis está de parabéns porque fez o gol e está se empenhando. O grupo está de parabéns e são jogadores que vemos a personalidades", completou.
O elenco do São Paulo se reapresentou na manhã de ontem, no CT da Barra Funda e já inicia as atividades visando a partida contra o Cruzeiro. Michel Bastos, recuperado de dengue, deve ser a principal novidade da equipe.

 

 

 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.