quinta-feira, 30 de Julho de 2015 10:00h

Cruzeiro sabe onde tem de melhorar

O setor ofensivo do Cruzeiro terá que aprimorar bastante a criação e as finalizações das jogadas se quiser vencer o Sport, na Arena Pernambuco, domingo, às 18h30, pelo Campeonato Brasileiro

Se o time celeste tem a terceira melhor defesa da competição, por outro lado é o dono do quinto pior ataque.
Em 15 rodadas, a Raposa marcou apenas 13 gols, média de 0,8 por partida. O desempenho dos homens de frente do Cruzeiro conseguiu piorar nos últimos oito jogos, quando a equipe balançou as redes dos adversários somente quatro vezes (média de 0,5 gol por duelo).
A má fase do ataque do Cruzeiro se acentuou há pouco mais de um mês, quando perdeu para a Chapecoense por 1 a 0, em pleno Mineirão. Nas duas rodadas seguintes, derrotas pelo mesmo placar para Coritiba e Grêmio. Já eram três partidas sem marcar gol. A equipe celeste só voltou a balançar as redes na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR.
Depois de acabar com o jejum de gol, a Raposa sofreu outro revés por 1 a 0 na partida seguinte, desta vez para o Fluminense. O ataque voltou a funcionar na vitória simples sobre o Goiás e no empate por 1 a 1 com o Avaí, mas parou novamente na derrota por 1 a 0 para o São Paulo, no último fim de semana.
Até a 15ª rodada, o desempenho do ataque celeste é o pior do clube no Brasileirão de pontos corridos, superando os números negativos de 2009 e 2010, quando o Cruzeiro marcou 15 e 16 gols, respectivamente.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.