quinta-feira, 3 de Abril de 2014 06:19h

Cruzeiro se vê obrigado a vencer

A vitória por 2 a 0 do Defensor sobre o Real Garcilaso, na noite dessa terça-feira, no Peru, obriga o Cruzeiro a vencer a Universidad de Chile, em jogo marcado para hoje, em Santiago.

Com o triunfo sobre os peruanos, os uruguaios chegaram a dez pontos e seis gols de saldo, na liderança isolada da chave. A La U aparece em segundo lugar, com nove pontos e saldo negativo de um gol.
A vitória deixou o Defensor muito perto da vaga. O time uruguaio, que encerra a participação na fase de grupos em casa contra a La U, precisa de um ponto para confirmar a classificação. No entanto, pode se garantir de maneira antecipada, caso o Cruzeiro não vença a La U. Assim, a briga do time celeste passa a ser com os chilenos.
Apesar da vitória do Defensor, a situação do Cruzeiro não altera muito. Com quatro pontos, o time celeste precisa de duas vitórias para entrar na briga. Se conseguir uma goleada em um dos dois jogos, a vaga é quase certa.
O Real Garcilaso já está eliminado. Os únicos pontos do time no torneio foram conquistados na vitória sobre o Cruzeiro, na estreia da competição. Depois disso, os peruanos só perderam.
Hoje, no duelo com o Universidad de Chile, dois jogadores do Cruzeiro viverão um momento especial com a camisa celeste: Dagoberto e Lucas Silva completarão 50 jogos pelo clube. Precisando vencer para continuar na briga pela classificação para a fase de mata-mata da Libertadores, o Cruzeiro entrará em campo pressionado e ciente das dificuldades que encontrará para bater o time chileno que também joga para concretizar sua passagem para a próxima fase.
Lucas Silva, formado na base da Raposa, espera sair com os três pontos de Santiago para registrar positivamente seus cinquenta jogos com a camisa profissional. “Cinquenta jogos é um número expressivo, ainda mais em um clube grande como o Cruzeiro. Neste tempo já conquistei um Campeonato Brasileiro, o que torna tudo melhor. Estou chegando a esta marca em um jogo decisivo na Libertadores, no Chile, e espero fazer valer a pena com uma boa partida lá”, comentou o camisa 16.
Já o atacante Dagoberto, experiente e com vários títulos no currículo, sendo o tricampeonato brasileiro da Raposa o último deles, está confiante numa vitória contra a La U.  “Nós temos que estar preparados para tudo. Não creio que seja uma situação tão impossível assim. Nossa equipe está focada e tem uma vontade muito grande de buscar esse resultado e pensar em coisas grandes dentro desta competição”, destacou o camisa 11.
Universidad de Chile e Cruzeiro se enfrentam hoje, às 20h45, no estádio Nacional, em Santiago, no Chile.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.