terça-feira, 7 de Agosto de 2012 13:27h Luciano Eurides

Cruzeiro tenta a reação contra o Santos

Os jogadores do Cruzeiro já deixaram de lado a partida contra a Ponte Preta e miram a reação da equipe celeste no Campeonato Brasileiro no confronto contra o Santos, na próxima quarta-feira, às 21h50, na Vila Belmiro, pela 15ª rodada da competição nacional.

 


Leandro Guerreiro o time teve oportunidades. “Tivemos muitas chances, tivemos mais posse de bola. Mas ficou provado hoje que quem ganha é quem coloca a bola para dentro e não quem tem mais posse de bola”, disse o volante Leandro Guerreiro, se referindo à partida contra a Ponte Preta. “Mas agora temos que ir bem e vencer a próxima partida. Temos que vencer fora de casa para compensar os pontos perdidos aqui”, completou ele.

 


Já o lateral-direito Ceará ressaltou as dificuldades que o Cruzeiro encontrará no jogo contra o Santos, mas espera que a Raposa consiga se aproveitar do momento conturbado em que o adversário atravessa. “O Santos perdeu e será um jogo de dois times que precisam dos pontos. Logicamente, o Santos é favorito, por jogar em casa, diante da torcida deles, mas, se jogarmos com inteligência na Vila Belmiro, poderemos conseguir um bom resultado. O Santos sempre é forte, mas eles estão sem alguns jogadores, e, por isso, vamos tentar tirar proveito do momento de instabilidade deles”, declarou.

 


Para o técnico Celso Roth, que já havia alertado durante a semana, na Toca da Raposa II, que o adversário havia feito uma inter temporada e seria um jogo difícil, a Ponte Preta soube marcar bem o Cruzeiro, o que fez com que ela ficasse mais perto da vitória. “Deixa eu dizer para vocês que, normalmente, o time que se defende bem, sai no contra-ataque, compete aqui dentro do Independência, tem chance de ganhar jogo. Qualquer adversário. Acho que a Ponte fez isso. Fez isso e também nós colaboramos com os nossos erros, tanto no primeiro quanto no segundo gol. Mas o gol é assim, não é? São erros. Acontecem porque a gente erra. Não fomos bem, iniciamos bem o jogo. Depois que a Ponte fez o gol, conseguimos empatar com muita luta e com muita dedicação, e não com futebol fluente. Voltamos do intervalo e levamos o gol logo aos três minutos. Tudo o que aconteceu no primeiro tempo pesou”.

cruzeiro, tenta, reacao, contra, santos

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.