sexta-feira, 16 de Março de 2012 19:27h Atualizado em 17 de Março de 2012 às 10:27h. Luciano Eurides

Cruzeiro vai com Tiago Carvalho

O substituto de Léo, suspenso, no jogo deste domingo, diante da Caldense, pela 7ª rodada do Campeonato Mineiro, o zagueiro Thiago Carvalho pretende ajudar o Cruzeiro a sair de campo com mais uma vitória e emplacar o quinto jogo sem levar gol. O duelo será travado no estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas.
O técnico Vágner Mancini já havia confirmado a entrada de Thiago Carvalho no lugar de Léo desde domingo passado, após o término do jogo contra o Villa Nova. Apostando em uma boa estreia do zagueiro, o treinador disse, no início da semana, que pretendia promover o entrosamento do atleta com seu companheiro de zaga, o uruguaio Victorino, e os demais jogadores da defesa. “Dentro da semana vamos dar a chance para ele (Thiago) atuar ao lado do Victorino, do Marcos, do Diego Renan, que formam a nossa linha defensiva. Dessa forma, vamos dar a ele o respaldo necessário para que possa entrar em campo e desempenhar aquilo que sabe. Ele já é aceito por todos aqui na Toca e espero que ele faça uma estreia de forma vitoriosa, que é nosso objetivo também” disse Mancini na terça-feira.
O zagueiro vem treinando na equipe titular e ainda terá mais duas atividades até o jogo para se encaixar no time. Focado em estar em total sintonia com Victorino, Thiago Carvalho vem convivendo bastante com o uruguaio e ressalta que está buscando o entrosamento na base do diálogo para manter o alto nível da defesa. “Quando você entra em um time que está certo você tem que conversar para entrar também. O importante é conversar, eu tenho diálogo, o Victorino também, todo mundo ali sabe se comunicar e o importante é que no domingo nosso time possa se acertar para continuar nessa sequência sem levar gols e seguir vencendo”, comentou.
Questionado sobre a meta de ajudar a defesa do Cruzeiro a passar mais um jogo sem ser vazada, Thiago Carvalho garante que vai lutar para isso, mas não deixa que tal objetivo exerça uma pressão excessiva sobre ele. Entretanto, o zagueiro frisa a importância de o time acumular a maior quantidade possível de gols a favor e seguir ileso. “Minha vontade é imensa de poder jogar e não levar gol, mas também não fica como pressão para mim, o que importa é o time vencer, se levar gol ou não, acontece. Minha vontade é jogar bem, e números são importantes no futebol, quanto mais gol fizer e menos levar, melhor, isso é importante e espero dar sequência”, ponderou.
Os torcedores do Cruzeiro podem ficar tranquilos. Apesar de ter sido poupado do treinamento desta quarta-feira, o meia Montillo voltou e trabalhou normalmente nesta quinta e está nos planos de Vágner Mancini para o jogo contra a Caldense, neste domingo, às 18h30, em Poços de Caldas.
Na manhã desta quinta, na Toca da Raposa II, o treinador armou a equipe novamente no 4-3-3. Se o comandante celeste mantiver a formação será a terceira vez seguida que Mancini optará pelo novo sistema.
O goleiro Fábio não participou dos trabalhos, ficando apenas na academia. A assessoria de imprensa do clube informou que o camisa 1 foi poupado, mas não representa nenhum problema para a partida de domingo.
O provável time do Cruzeiro deve ser: Fábio, Marcos, Thiago Carvalho, Victorino, Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Montillo; Wallyson, Anselmo Ramon e Wellington Paulista.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.