quarta-feira, 8 de Maio de 2013 06:42h Gazeta do Oeste

Cruzeiro vai de time misto

Contratado junto ao Goiás no início desta temporada, o meia-atacante Ricardo Goulart tem oscilado entre atuações regulares como titular e boas exibições quando entra no decorrer dos jogos.

Contratado junto ao Goiás no início desta temporada, o meia-atacante Ricardo Goulart tem oscilado entre atuações regulares como titular e boas exibições quando entra no decorrer dos jogos. Insatisfeito com a situação, o atleta projeta manter maior regularidade a partir desta quarta-feira (08), quando o time comandado por Marcelo Oliveira encara o Villa Nova, no Mineirão. "Tenho que desencantar como titular. Mas, às vezes, ser titular não quer dizer que vai fazer gol. Vou esperar manter para ajudar a equipe", disse Ricardo Goulart, que já marcou quatro gols com a camisa do Cruzeiro, todos entrando no decorrer dos jogos.

Ricardo Goulart tem treinado como atacante, formando dupla com Borges, o que deixa o atleta mais próximo do gol. "Espero que possa me firmar cada vez mais e, aonde o professor me colocar, vou tentar me posicionar da melhor maneira possível. Estou do lado do gol, que é essencial ao futebol, e espero fazer de tudo para ajudar minha equipe", declarou.

Apesar de a classificação para a decisão do Mineiro ser quase certa, Ricardo Goulart avalia que o jogo contra o Villa Nova será importante para ele se firmar de vez como titular da Raposa. "Pintou a oportunidade. Esse grupo tem muita qualidade, jogadores que vão atuar e ainda não tiveram oportunidade.

Espero fazer um bom trabalho e conseguir a confiança do treinador", encerrou.
O goleiro Rafael deve receber a oportunidade de jogar contra o Villa Nova, nesta quarta-feira, às 20h30, pelo jogo de volta da semifinal do Mineiro. Reserva de Fábio, o jogador tem poucas oportunidades de atuar, mas espera ajudar o clube a manter a invencibilidade na temporada, até porque ele destaca alguns objetivos celestes no Estadual. “Apesar da vantagem, é um jogo de semifinal do Mineiro e sabemos da importância.

Vamos entrar com foco total para vencer esse jogo. Tem o fato de tentar vencer o campeonato de forma invicta, não parar com essa sequência de vitórias e respeitar a camisa do Cruzeiro. É um jogo importante e temos a consciência disso”, disse.

Com a vantagem de poder perder por até quatro gols de diferença, o Cruzeiro terá várias mudanças. A tendência é que o técnico Marcelo Oliveira poupe seis titulares. Contudo, Rafael confia na força do grupo celeste.  “Uma coisa que merece atenção é o grupo, que é muito forte. Mesmo com as mexidas, o Cruzeiro é forte sempre. Quem o Marcelo escalar, vai dar o melhor. Temos que mostrar o potencial a cada dia”, completou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.