segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012 19:00h Atualizado em 31 de Janeiro de 2012 às 09:43h. Luciano Eurides

Cruzeiro vence amistoso e destaca ritmo de jogo

Depois de vencer o Mamoré (2 x 1), no amistoso disputado na cidade de Patos de Minas, os jogadores do Cruzeiro comemoraram o crescimento da equipe na pré-temporada, que foi coroado com a vitória. Agora, a Raposa terá uma semana para acertar os últimos detalhes, a fim de estrear bem no Campeonato Mineiro.
Com atuação de destaque no jogo contra o Mamoré, o argentino Montillo enalteceu a evolução do time celeste em relação ao primeiro amistoso disputado (duelo com o América, no domingo passado). O camisa 10 ponderou que o Cruzeiro ainda está em evolução e pediu foco total para a estreia no Mineiro, que vai acontecer no domingo que vem, às 17h, na Arena do Jacaré, diante do Guarani. “Com certeza, a gente ainda tem de se acertar em campo, alguma coisa a gente melhorou do jogo com o América-MG para aqui, mas ainda tem de melhorar muita coisa. Foi bom jogar os 90 minutos. Amistoso serve para ganhar ritmo de jogo e, agora, é preparar bem para o jogo de domingo”, comentou.
O zagueiro Léo destacou o bom primeiro tempo que a Raposa fez nesse sábado e concordou com Montillo, que a partida serviu para que o time ganhasse mais ritmo de jogo. O defensor ainda disse que o Cruzeiro vai crescer ainda mais. “Criamos bastante. Infelizmente, não concluímos. Fizemos dois gols. Primeiro tempo, a gente praticamente comandou o jogo, eles quase não chutaram a gol, mas a equipe está de parabéns. Sabemos que tem muito ainda para evoluir. Graças a Deus saímos com a vitória, isso dá uma confiança maior e mais ritmo de jogo para as próximas partidas”, disse.

GABRIEL
O Cruzeiro poderá negociar uma de suas recentes promessas da safra de goleiros que foi lançada nos dois últimos anos. Há cerca de duas semanas, o clube está conversando com a Juventus, da Itália, sobre a transferência de Gabriel.
Os italianos propõem ao clube o pagamento de 500 mil euros (R$ 1,1 milhão) e um amistoso no meio do ano em Belo Horizonte. Toda a arrecadação com a bilheteria seria da Raposa. Em relação ao jogador, a Juve oferece um contrato de quatro anos e meio.
Nos primeiros seis meses, Gabriel seria emprestado ao Novara, clube de menor expressão da primeira divisão do campeonato italiano. Além de ganhar tempo para adaptação, o goleiro, que é extracomunitário, poderia, posteriormente, ser registrado como não estrangeiro pela Juventus.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.