segunda-feira, 11 de Junho de 2012 08:27h Atualizado em 11 de Junho de 2012 às 09:09h. Daniel Michelini

Cruzeiro vence e continua invicto sob comando de Roth

Em jogo truncado, Cruzeiro bateu o Sport com gol de penalti do artilheiro Wellington Paulista a chegou ao 5º lugar na tabela

Na sua ultima partida pelo interior de Minas, o Cruzeiro bateu a equipe do Sport por 1 x 0, em Varginha, chegando a 8 pontos conquistados e ocupando o quinto lugar na tabela de classificação. O gol saiu aos 26 minutos do segundo tempo, com Wellington Paulista convertendo pênalti sofrido por Éverton. Com este, o Cruzeiro chegou a marca de 50 gols na temporada, com 20 deles sendo anotados pelo camisa 9. A equipe nordestina contava em campo com alguns conhecidos da torcida celeste: o zagueiro Edcarlos, o volante Marquinhos Paraná e o técnico Vágner Mancini.

 

O jogo começou bastante truncado em um gramado desgastado, já que o Boa Esporte atuou pela série B dois dias antes, com as duas equipes exigindo pouco dos goleiros Fábio e Magrão. Os articuladores Thiaguinho, do Sport, e Montillo, do Cruzeiro, pararam nas boas marcações emplacadas pelos sistemas defensivos. Durante toda a primeira etapa, não houve nenhum lance de perigo por parte das duas equipes, culminando em um empate sem gols.

 

Penalti e polêmica

 


As duas equipes não mudaram suas formações para o início da segunda etapa. Consequentemente, o jogo também não foi alterado. Ciente disto, Celso Roth colocou Anselmo Ramon na vaga do volante Tinga, assim como aconteceu contra o Botafogo. E deu certo. Obviamente, a equipe azul ganhou maior volume ofensivo, exigindo mais do goleiro Magrão. Aos 20 minutos, em boa jogada de Fabinho, o velocista serviu Anselmo Ramon que demorou a chutar e acabou sendo interceptado pelo goleiro do Sport.

 

O gol saiu aos 26 minutos. Em tabela de Éverton com Anselmo Ramon, o meia foi derrubado na área por Bruno Aguiar. Penalidade que foi convertida por Wellington Paulista, que é o artilheiro cruzeirense na temporada 2012.

 

Sem esboçar qualquer tipo de reação, o Sport acabou sendo presa fácil para a equipe celeste. Aos 38 minutos, os jogadores cruzeirenses reclamaram de um lance polêmico envolvendo o atacante Fabinho. Em lançamento do zagueiro Mateus, o camisa 11 saiu de frente com Magrão e, em lance confuso, o goleiro acabou interceptando a bola utilizando a mão fora da área. O árbitro Raphael Claus nada marcou.

 

O Cruzeiro jogou com:  Fábio; Diego Renan, Leo, Mateus e Everton (Marcelo Oliveira, aos 29’ do 2ºT); Amaral, Charles, Tinga (Anselmo Ramon, aos 13’ do 2ºT) e Montillo; Fabinho e Wellington Paulista (Willian Magrão, aos 43’ do 2ºT).

 


O próximo adversário da equipe azul será o Figueirense, na Arena Independência, jogo que marca sua volta à BH.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.