segunda-feira, 18 de Junho de 2012 08:49h Atualizado em 18 de Junho de 2012 às 09:08h. Daniel Michelini

Cruzeiro vence e é vice-líder

Equipe celeste bateu o Figueirense por 1 x 0 em seu retorno à capital mineira. Com o resultado, ultrapassou Grêmio e Atlético, alcançando o segundo lugar do Brasileiro. No sábado, enfrenta o Vasco

Celso Roth continua invicto como comandante do Cruzeiro. No sábado, Wellington Paulista marcou o gol da vitória azul-celeste diante do Figueirense, na volta do time à BH após quase dois anos jogando no interior de Minas. Ao contrário do que muitos pensavam antes do início do campeonato, a equipe celeste ocupa agora a vice-liderança, ultrapassando seu rival Atlético, que está logo atrás, na terceira colocação.

 


Com mais de 17 mil pessoas no Independência, o Cruzeiro começou o jogo apático, com um primeiro tempo sem chances de gol e com total domínio da equipe catarinense. Em pelo menos três oportunidades, Fábio foi decisivo, evitando que o Figueira abrisse o placar na etapa inicial. Logo no começo, em cruzamento de Pablo, Túlio antecipou-se à marcação de Mateus e finalizou de primeira. O goleiro, bem colocado, fez a defesa. A zaga do Cruzeiro continuou batendo cabeça durante todo o jogo, com o jovem Mateus falhando em lances extremamente perigosos. Aos 15 minutos, o atacante Júlio Cesar cobrou falta da intermediária e acertou a trave direita do goleiro cruzeirense. A única finalização a gol do Cruzeiro nos primeiros 45 minutos de partida foi de Fabinho, mas o chute saiu mascado e chegou fácil às mãos do goleiro Wilson.

 

EVOLUÇÃO E GOL

 

Para a segunda etapa, Celso Roth voltou com apenas uma alteração: a entrada de Leandro Guerreiro na vaga do inoperante Amaral, que vinha sendo contestado pela torcida desde o gol contra que marcou na vitória sobre o Botafogo. Guerreiro entrou melhor e deu mais consistência ao sistema defensivo cruzeirenses, já que Amaral avançava muito. Porém, a ofensividade continuava nula, mesmo tendo iniciado o jogo com Wellington Paulista, Fabinho e Wallyson. Sabendo disso, Roth sacou Wallyson logo aos 9 minutos do segundo tempo para colocar Souza. E a mudança surtiu o efeito desejado.

 


Aos 20 minutos, em falha do zagueiro Ignácio Canuto, Souza roubou a bola, fez boa jogada e serviu Wellington Paulista que, encobrindo o goleiro, marcou o seu 21º gol na temporada. A partir daí, o Cruzeiro administrou o resultado, tocando a bola no campo de ataque. Roth queimou sua ultima alteração substituindo o atacante Fabinho pelo volante Willian Magrão. No último minuto da partida, Leandro Guerreiro teve a chance de marcar o segundo gol em bela jogada de Montillo, mas parou no goleiro Wilson.

 

Com isso, o Cruzeiro chegou aos 11 pontos, com três vitórias e dois empates. Na próxima rodada, a equipe viaja ao Rio de Janeiro para fazer o duelo dos líderes contra o Vasco, que empatou em 1 x 1 com o Palmeiras na Arena Barueri.

 

FICHA TÉCNICA

 

Cruzeiro

 


Fábio; Diego Renan, Leo, Mateus e Everton; Amaral (Leandro Guerreiro, no intervalo), Charles e Montillo; Fabinho (Willian Magrão, aos 25' do 2ºT), Wellington Paulista e Wallyson (Souza, aos 9' do 2ºT)
Técnico: Celso Roth

 

Figueirense

 

Wilson; Pablo (Jackson, aos 41 do 2ºT), Canuto, Anderson Conceição e Guilherme Santos; Ygor, Túlio e Almir (Botti, aos 25' do 2ºT); Caio, Aloísio e Júlio César (Luiz Fernando, aos 32' do 2ºT)
Técnico: Argel Fucks

 

Motivo: 5ª rodada do Campeonato Brasileiro

 


Estádio: Independência, em Belo Horizonte

 


Data: 16 de junho de 2012

 


Gols: Wellington Paulista, aos 20' do 2º tempo

 


Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)

 


Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

 


Cartão amarelo: Guilherme Santos (Figueirense), Amaral, Wellington Paulista, Mateus e Leandro Guerreiro (Cruzeiro)

 


Pagantes: 17.883

 


Renda: R$ 426.545,00

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.