quinta-feira, 18 de Abril de 2013 07:15h Atualizado em 18 de Abril de 2013 às 07:17h. Divulgação

Cruzeiro vence e proporciona espetáculo

Com a goleada de 5 a 0 sobre o Nacional, de Patos de Minas, na última terça-feira (16), no Mineirão, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro manteve a invencibilidade e os 100% de aproveitamento

Com a goleada de 5 a 0 sobre o Nacional, de Patos de Minas, na última terça-feira (16), no Mineirão, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro manteve a invencibilidade e os 100% de aproveitamento contra o adversário. Os gols foram de Léo (2), Dagoberto, Everton Ribeiro e Elber.
Na única vez em que haviam se enfrentado, no ano passado, em Divinópolis, a Raposa venceu por 4 a 2, também pelo Estadual, quando o Nacional ainda tinha como sede a cidade de Nova Serrana. Os gols foram marcados por Wellington Paulista (3) e Wallyson. Agora, em dois jogos, o Cruzeiro tem duas vitórias, com nove gols a favor e dois contra (saldo positivo de sete gols).
O zagueiro Léo teve motivos de sobra para deixar o Mineirão satisfeito, na terça-feira. Além da goleada de 5 a 0 sobre o Nacional, de Patos de Minas, o defensor, que completou 100 jogos com a camisa estrelada, ainda foi destaque na partida ao marcar dois gols, ambos no primeiro tempo. Um foi numa finalização com o pé, num chute cruzado, e o outro de cabeça. Ao ser perguntado da atuação ‘de atacante’ e se estaria pensando em se tornar um, respondeu: “Não, não. Atacante é atacante, eles fazem o trabalho deles. Mas, com certeza, quando a bola é cruzada na área, a gente procura ir lá e fazer os gols. Graças a Deus deu certo, tive duas oportunidades, e logo no meu jogo de número 100 com a camisa do Cruzeiro. Estou muito feliz, muito alegre por isso, ainda mais podendo marcar duas vezes, o que é muito difícil para um zagueiro”.
Sobre a marca de 100 jogos com a camisa estrelada, Léo falou da importância que isso tem para ele. “É muita dedicação, trabalho, empenho, regularidade. O que significa para mim, muita satisfação, completar 100 jogos com a camisa do Cruzeiro. Fico alegre e satisfeito. Principalmente fazendo dois gols, como hoje (16)”.
Já o meia Ricardo Goulart, que desta vez passou em branco e não balançou as redes do adversário destacou ainda a determinação de toda a equipe cinco estrelas. “O jogo se tornou fácil porque a gente se empenhou ao extremo. Me senti bem e sempre procuro ajudar com gols, mas hoje pude contribuir de outra maneira”, comentou.
O comandante Marcelo Oliveira falou ainda sobre o poder ofensivo do Cruzeiro, que joga sempre em busca dos gols e, por isso, às vezes, acaba cedendo alguns espaços na defesa para o adversário. “O time está no caminho certo. Isso é muito bom. Temos que cuidar da marcação, um pouquinho de erro de passe ainda, para a gente não levar gol e não deixar chegar com tanta tranquilidade no nosso gol, embora todo time que se proponha a atacar muito, acaba tendo alguns contra-ataques”, afirmou.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.