terça-feira, 2 de Abril de 2013 11:51h Luciano Eurides

Cruzeiro vence o Vila e pensa no clássico contra o América

Goulart pode ser a novidade do time celeste na partida do próximo domingo (07), contra o América-MG, no Mineirão

A Raposa demonstrou mais uma vez sua enorme força ofensiva e venceu o Villa Nova, por 4 x 2, no início da noite do último sábado (30), no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, pela oitava rodada do Campeonato Mineiro e se isolou na liderança da competição. Ricardo Goulart, duas vezes, Borges e Léo marcaram os gols do time cinco estrelas, que tem o melhor ataque do torneio e volta a campo no próximo domingo, dia 7 de abril, às 16h, contra o América-MG, no Mineirão.
No clássico o técnico Marcelo Oliveira não terá à disposição o atacante Dagoberto, que recebeu o terceiro cartão amarelo e só poderá voltar a ser utilizado pelo treinador estrelado na décima e penúltima rodada da primeira fase, contra o Nacional, dia 14 de Maio, no Mineirão.
Autor de dois gols na vitória sobre o Villa Nova, por 4 x 2, sábado (30), em Nova Lima, o meia Ricardo Goulart foi bastante elogiado pelo técnico Marcelo Oliveira.
Goulart pode ser a novidade do time celeste na partida do próximo domingo (07), contra o América-MG, no Mineirão. “É um jogador muito interessante, dá volume na marcação, ocupa espaço e principalmente é muito presente na área. É um jogador que pensamos em contar, temos uma semana toda pela frente e vamos analisar bem os treinamentos para ver se ele vai começar jogando ou entrar no segundo tempo, porque também perdemos o Dagoberto”, disse o treinador da Raposa, se referindo à suspensão de Dagoberto, que recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Villa Nova e terá de cumprir suspensão automática.
Apesar de estar sendo aproveitado no Cruzeiro como armador, Ricardo Goulart disse que não teria empecilhos para jogar mais adiantado. “Fico feliz de ter feito os dois gols e ajudar o time a sair com os três pontos. O time batalhou até o final para a gente manter a liderança e está todo mundo de parabéns. A função que o Dagoberto vem fazendo, eu executei em 2012 todinho (no Goiás). Se o treinador optar por mim, vou ficar muito feliz e tentar fazer de tudo para ajudar o Cruzeiro a vencer mais uma vez.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.