sábado, 23 de Maio de 2015 09:37h

Cruzeiro vence pela Libertadores e precisa pontuar no Brasileirão

A determinação do Cruzeiro foi imprescindível para a vitória por 1 a 0 sobre o River Plate na noite desta quinta-feira, na Argentina

Satisfeito com o resultado obtido com a estratégia que implementou para superar os anfitriões, o treinador já projeta uma "arrancada" do time mineiro tanto na Copa Libertadores quanto no Campeonato Brasileiro. "Hoje (quinta) fizemos um jogo certo e muito competitivo. Talvez tenhamos feito a nossa segunda melhor atuação na temporada, porque também jogamos muito bem contra o São Paulo. Uma vitória como essa, diante do River, que é uma grande equipe, nos fortalece muito e une ainda mais o grupo. Esperamos que isso seja uma arrancada para jogos tão bons ou melhores do que este", avaliou o técnico, alvo de críticas por causa das derrotas do time nas duas primeiras partidas no Brasileirão.
Para Marcelo, a vitória se deveu à boa disposição tática dos jogadores, que seguiram à risca a estratégia definida nos treinos. "Achei que foi um belo jogo do Cruzeiro, muito equilibrado e consistente. Estudamos muito o adversário, procuramos neutralizar e contra-atacar. Tivemos uma marcação adiantada, para não dar espaços, e, no fim das contas, o Fábio não fez tantas defesas difíceis como em outros jogos, foram mais em chutes de fora da área e em lançamentos que ele teve que sair", comentou.
O triunfo foi garantido aos 36 minutos do segundo tempo, com gol de Marquinhos. Com o resultado, o Cruzeiro joga por um empate no jogo da volta, no Mineirão, para avançar à semifinal. Marcelo Oliveira, contudo, avisa que não tem "nada garantido". "Demos um passo muito importante. Fazer gols no campo do adversário, em uma competição como essa, é fundamental, e não levar gols é melhor ainda. Mas não há nada definido, não só pelo grande time que tem o River, mas também pelo futebol que apresentaram, com muita técnica. Na Libertadores, eles têm jogado às vezes até melhor fora do que dentro de casa. Então não tem nada garantido", alertou.
Esse é o pensamento compartilhado pelo goleiro Fábio e pelo atacante Marquinhos, autor do gol do triunfo. “Dedicação, raça, vontade fizeram a nossa equipe crescer bastante, e o professor sempre pedindo para a gente jogar sempre juntos para poder ajudar. Isso está fazendo nossa equipe crescer muito”, explicou Marquinhos.
Ele enfatizou também o comportamento do time celeste jogando fora de casa. “Todo mundo lutou do começo ao fim e é isso que faz o espírito de uma equipe vencedora. A gente veio aqui para vencer a partida, para jogar para cima deles. Graças a Deus, saímos com o resultado positivo. Agora é descansar e já pensar no próximo adversário”, disse. O Cruzeiro enfrenta a Ponte Preta no próximo domingo (24), às 18h30, no Mineirão.
A exemplo de Marquinhos, o capitão Fábio destacou o fato de o Cruzeiro ir para cima do River. “Todo mundo se entregou ao máximo, jogou para frente e não ficou só defendendo. Na qualidade, a gente ganhou. Tivemos grandes chances e, por merecimento, saímos com a vitória”, comentou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.