quarta-feira, 11 de Julho de 2012 13:39h Luciano Eurides

Cuca deve contar com Guilherme frente o Figueirense

O meia-atacante Guilherme, que está recuperado de lesão na panturrilha, chegou a ser relacionado para o jogo contra a Portuguesa, no último domingo, mas o técnico Cuca cortou o jogador, inclusive do banco de reservas, preservando o atleta para a sequência do Brasileiro.

 


A ideia do comandante alvinegro é que Guilherme fique no banco no duelo de sábado, contra o Figueirense. O treinador atleticano explica que o jogador foi importante para o Galo na reta final do Mineiro e que é importante que ele esteja 100% para também ajudar o clube no Brasileiro. Por isso, Cuca quer aguardar a transição entre o departamento médico e a preparação física. “O Guilherme está em uma fase final de transição. É aquele momento que ele sai do departamento médico para o físico. Ele foi para o sacrifício na final do Campeonato Mineiro contra o América e nos ajudou a ganhar o título. Agora, não corremos esse risco. Então, preferimos aguardar por esse retorno”, declarou.

 


Cuca planeja usar Guilherme como armador, neste caso, o atleta terá que disputar posição com Ronaldinho. Contra o Figueirense no próximo sábado, o jogador deverá ser testado nesta função por alguns minutos. “Ele trabalhou muito e, quem sabe, até a partida do próximo sábado, contra o Figueirense, estará em condição ideal para entrar em campo”, disse.

 


Líder do Campeonato Brasileiro, o Atlético tem pela frente uma fase decisiva no Campeonato Brasileiro. Com o início do período de jogos também no meio de semana, o técnico Cuca entende que será a hora de definir quem é quem no campeonato. “Julho, agosto e setembro são os meses que definem o campeonato. Vão ter jogos domingo e quarta e tem 21 jogos em 90 dias”, disse.

 


Para sobreviver à maratona, Cuca aposta no elenco montado pelo Galo em 2012: “Vamos jogar a cada quatro dias e vamos precisar de elenco, de recuperação, de cuidados dentro e fora de campos”.
O treinador ressalta que toda rodada precisa ser encarada com disposição máxima: “Esse campeonato todo mundo já aprendeu a jogar, porque os mesmo três pontos de hoje valem o mesmo do final. Cada jogo tem um sentido de decisão. Claro que você não vai ter em todos jogos um sentido aguçado de decisão, mas, quanto mais você tiver, maior sua chance.”

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.